Bosques de Palermo: O Pulmão de Buenos Aires

Buenos Aires é de fato uma das cidades mais privilegiadas quando o assunto é áreas verdes. Deparar-se com algum dos inúmeros parques e praças espalhados por toda a cidade é realmente uma das coisas mais prazerosas para os moradores e visitantes da capital portenha. Não apenas pela tranquilidade e conforto que o local pode passar, mas também, é claro, pela qualidade de vida, pelo ar puro em meio a tanto concreto.  Mas há um lugar em específico, bem no coração de Buenos Aires, que se destaca como um dos lugares mais bonitos, encantadores e charmosos da cidade: Os Bosques de Palermo.

 

BOSQUES DE PALERMO: O PULMÃO DE BUENOS AIRES

 

Bosques de Palermo

 

O Parque 3 de Febrero, seu nome original inspirado pela batalha de Caseros, foi inaugurado em 1875 no cruzamento das avenidas Sarmiento e Del Libertador no bairro Palermo, por iniciativa do então presidente Domingo F. Sarmiento que buscava construir um parque bem ao centro de Buenos Aires, como o famoso Central Park em Nova York.

 

Bosques de Palermo

 

Desde a sua construção inicial, o projeto que havia começado ao comando do arquiteto e engenheiro polonês Jordán Czelaw Wysocky passou então por diversas obras e construções nas mãos de outros arquitetos durante a década de 1880. Foram construídos os primeiros viveiros de plantas, estufas e outros ambientes de exposição agropecuárias. Entre 1889 e 1892 foi construído também o Jardim Zoológico, que até hoje continua sendo um grande atrativo na região dos Bosques de Palermo.

 

Bosques de Palermo

 

Bosques de Palermo

 

Para um mais moderno e belo design convocaram então o importante paisagista francês Carlos Thays, que entre 1892 e 1914 selecionou e planificou cuidadosamente as espécies de vegetais plantados, além de todos os elementos decorativos como pontes, bancos, lagos, fontes, iluminação, criando novos e diferentes ambientes dentro do parque. Durante esse período Carlos Thays também construiu o belíssimo Jardim Botânico, na parte Oeste dos Bosques de Palermo, que conta com mais de 10 mil espécies de plantas e árvores.

 

Bosques de Palermo

 

O resultado, como dito anteriormente, foi o que é hoje considerado uma das áreas mais bonitas e bem cuidadas de Buenos Aires, em um total de 40 hectares de puro verde. Com três lagos em sua extensão e uma ampla variedade de árvores e espécies de pássaros, o parque é muito procurado para passeios de bicicleta, caminhadas, piqueniques, esportes ou simplesmente para relaxar.

 

Você sabia que existe um City Tour em Bicicletas em Buenos Aires que percorre os principais parques de Palermo? Veja aqui.

 

Bosques de Palermo

 

Dentro dos limites dos Bosques de Palermo, talvez a área mais procurada, principalmente na primavera, é o Rosedal, um belo e colorido jardim com mais de 18 mil roseiras de variadas espécies. Foi projetado pelo engenheiro agrônomo Benito Carrasco e inaugurado em novembro de 1914 e declarado Patrimônio Histórico Nacional em 2011.

 

Bosques de Palermo

 

Há também o interessantíssimo Planetário Galileu Galilei, um observatório/museu/sala de espetáculos e muitas outras atividades, inaugurado em 1966 como uma curiosa construção que se assemelha a um disco voador.

 

Temos um post exclusivo sobre o Planetário de Buenos Aires. Veja aqui.

 

Bosques de Palermo

 

Outro atrativo encantador é o Jardim Japonês, um cantinho japonês construído em 1967 quando o então príncipe-herdeiro do Japão, e atual imperador Akihito, veio à Buenos Aires para uma visita. Lá dentro você certamente irá se encantar com o ambiente de harmonia e equilíbrio que o jardim propõe, com uma grande variedade de árvores e plantas japonesas. Além do verde e dos lagos repletos de peixes, há também atividades culturais, um restaurante, uma loja de artigos variados e um viveiro onde se pode comprar bonsais. Assim como a cultura oriental, o jardim é um lugar cheio de simbolismos e misticismo, que somado a tranquilidade torna-se um dos lugares mais especiais da cidade.

 

Bosques de Palermo

 

Bosques de Palermo é, portanto, um dos lugares mais importantes da cidade. Além de servir como um pulmão para a cidade, é um dos lugares preferidos dos portenhos como forma de relaxar, buscar conforto e tranquilidade. Se pensa em visitá-lo, tire pelo menos uma tarde inteira para passear sem pressa por toda sua área verde, certamente você irá sentir como é agradável a região. Aos fins de semana o parque é bem mais requisitado, mas isso não muda em nada, pelo contrário, o governo portenho incentiva fazendo diversas e variadas programações dentro do parque, desde shows até cinema ao ar livre.

 

Bosques de Palermo

 

Bosques de Palermo

 

 

VEJA AGORA NOSSO VÍDEO EXCLUSIVO SOBRE OS BOSQUES DE PALERMO.

 

Se está planejando sua viagem a Buenos Aires te recomendamos BAIXAR NOSSO APLICATIVO com dicas, lista de restaurantes, hotéis e passeios, se inscrever em nosso CANAL DO YOUTUBE com vídeos e  dicas semanais e nos SEGUIR NO INSTAGRAM para acompanhar nossos posts direto de Buenos Aires.

Saiba mais:

Conheça os principais parques e praças da cidade.

Visite a cidade de Tigre e navegue pelos seus rios.

Roteiro de 1 dia em Palermo.

Rosedal de Buenos Aires.

Descubra o Jardim Japonês no bairro de Palermo.

Passeios em Buenos Aires: Ofertas e descontos.

Ofertas de Shows de Tango com desconto

By | 2016-06-03T12:52:08+00:00 junho 3rd, 2016|Categories: ARTE + CULTURA, Blog, PASSEIOS + PONTOS TURÍSTICOS, ROTEIROS + DICAS|1 Comment

About the Author:

Haendel Dias
Haendel Dias. Mineiro, recém legalmente portenho. Obcecado e graduado em Cinema. Ansioso, insone, cruzeirense e cervejeiro. Comanda os vídeos da Aguiar e assina diversos posts do blog. Aos 15 anos sonhava em ter uma banda, hoje, em ter um bar e milhas vitalícias. É editor de vídeo, musicalmente difícil de agradar, compulsivo, aficionado em astronomia e psicologia. Lê e escreve religiosamente histórias de suspense e complexidades humanas.