Espanhol para viagem à Argentina: melhores dicas

Saindo de viagem para Buenos Aires, você faz o check list: malas preparadas, roteiro rabiscado, listinha de compras na mão! Mas e o espanhol?! Você tem uma ideia básica de como se virar com o idioma do país vizinho? Por via das dúvidas, trazemos aqui algumas dicas de espanhol para viagem à Argentina que vão te ajudar!

 

 

Espanhol para viagem à Argentina: melhores dicas

 

espanhol para viagem à Argentina_frase_se habla espanhol

 

Muito brasileiro vem a Buenos Aires acreditando que vai se desenrolar com o idioma dos hermanos sem problemas. Realmente, há muitas semelhanças entre o espanhol e o português e, muitas vezes, dá pra se virar numa boa. Mas há muitas diferenças também. E é aí que você pode passar por situações constrangedoras ou até mesmo angustiantes. Pra evitar isso, preparamos várias dicas que vão ser muito úteis no seu dia a dia na capital portenha. Dicas específicas de espanhol para viagem à Argentina.

 

 

Espanhol para viagem à Argentina: modismos argentinos

 

espanhol para viagem à Argentina_vos

 

Dentre todos os países de fala hispânica, a Argentina é o que tem o sotaque mais diferente. Não só na pronúncia, mas também pelo uso de termos muito específicos. Além disso, eles utilizam o pronome de tratamento vos (você) no lugar do tu. Mas isso é uma informação a título de curiosidade. Se você usar o tu e pronunciar as palavras com o espanhol de outro país eles vão entender do mesmo jeito.

 

Dicas de pronúncia de espanhol para viagem à Argentina

 

espanhol para viagem à Argentina_pronúncia

 

 

O CH se pronuncia como o som do tchau. Luchar (lutar) se pronuncia lutchar.

O L sempre vai ter som de l e nunca de u. Quer dizer, ele sempre será pronunciado na ponta da língua. No caso de palavras como fútbol, o l tem que ser dito como l não pode ser fútbou.

O LL pode ser pronunciado como o j ou o ch, depende da pessoa. Assim, llamáme fica “jamáme” ou “chamáme”.

O O tem sempre som de o, nunca de u, como às vezes acontece no português. Boludo se diz “bôludô” (com a sílaba tônica sendo o lu), não “bôludu”.

O Y quando vem seguido de vogal, como na palavra yema, tem som de j (“jema”) ou de ch (“chema”), dependendo da pessoa.

A pronúncia do J é “parecida” à do nosso r, embora passe pelo céu da boca, produzindo um som que não usamos no português. Julio ficaria algo como “Rulio”.

O R no início das palavras ou quando se combina com n (NR) ou outro r (RR) vai ter sempre um som vibrante, pronunciado na ponta da língua. Rápido não pode ser dito como no português, com um som parecido ao de jamón. Deve ser pronunciado mais como o ra de arara, sendo ainda mais vibrante.

 

 

 

Espanhol para viagem à Argentina:

usando as palavras corretamente

 

Como sacar dinheiro em Buenos Aires_elpuntodeequilibriocom

 

 

Buen día, buenas tardes e buenas noches não precisa de tradução. Mas e se você quiser pagar com cartão de crédito? Vai pedir pra pagar com “cartón”? Se você fizer isso, o garçom ou vendedor vai olhar com cara de quem não está entendendo nada! Cartón em espanhol quer dizer papelão! Para referir-se ao cartão de crédito use a palavra tarjeta (pronuncia-se tar – rre – ta), com o primeiro R vibrante, na ponta da língua.

 

 

Espanhol para viagem à Argentina: o básico

 

espanhol para viagem à Argentina_frases

 

Outras palavrinhas que vão ser muito úteis na sua estadia na cidade são as básicas: hola (olá), chau (tchau), hasta luego (até logo), permiso (com licença), muchas gracias (muito obrigado), de nada (de nada) e por favor (por favor).

 

 

Espanhol para viagem à Argentina:

de passeio

 

 

espanhol para viagem à Argentina_subte

 

Para se locomover ou transitar por locais públicos, como um shopping center, é bom saber que rua é calle; ônibus é colectivo; metrô é chamado de subte (diminutivo de subterráneo); banheiro é baño (tomar banho é ducharse); precisar é necesitar; caixa eletrônico é cajero electrónico e dinheiro em espécie é chamado de efectivo.

 

Espanhol para viagem à Argentina:

no restaurante

 

espanhol para viagem à Argentina_restaurante

 

Para se defender num restaurante, saiba que desayuno (pronuncia-se desaiuno na maioria dos países de fala hispânica, mas na Argetina eles falam desajuno) é café-da-manhã. O almoço é almuerzo e o jantar é cena. Copo é vaso e gorjeta é propina (diferente do português, propina é uma palavra normal, não sugere nenhum ato ilícito).

Na imagem acima, a colher pequena é chamada de cucharilla, mas na Argentina usa-se a palavra cucharita. Já o cuenco da mesma imagem aqui na Argentina é conhecido como bowl.

 

 

Espanhol para viagem à Argentina: Portunhol

 

espanhol para viagem à Argentina_keep calm

 

Para evitar confusão, vamos listar algumas palavrinhas que não podiam faltar num post sobre espanhol para viagem à Argentina. Muito confundidas pelos turistas porque parecem ou são iguais a palavras do português, mas têm um sentido completamente diferente no espanhol. Por exemplo: cubiertos quer dizer talheres. E a coberta do português é frazada. Embarazada não quer dizer que a pessoa está sem graça, mas grávida. Exquisito se diz de algo saboroso, não estranho, que aqui se diz raro.

 

 

Espanhol para viagem à Argentina:

mais Portunhol

 

 

espanhol para viagem à Argentina mala

 

Groso se diz de algo muito bom, genial (adjetivo, aliás, que eles usam muito!). Mala quer dizer má (uma pessoa má ou um artigo de má qualidade, por exemplo). E se no português associamos a palavra mala também a uma pessoa chata, no espanhol essa pessoa seria chamada de pesada. Já a nossa mala de guardar roupas para a viagem eles chamam de valija (“valirra”).

 

Espanhol para viagem à Argentina:

e mais portunhol

 

espanhol para viagem à Argentina_interrogalção exclamação

 

 

 

Pelado na Argentina é apenas um termo informal utilizado para referir-se aos carecas. Pelada é a careca em si. Um homem quando está sem roupa está desnudo e a mulher, desnuda. Uma palavrinha “deliciosa” aqui é picada, que não tem nada a ver com mosquito. Os argentinos têm o ótimo e “engordativo” costume de fazer picada, ou seja, tira-gostos com queijos e frios em geral. Além disso, a palavra picada é também usada para referir-se ao que o brasileiro chama de um “pega” de carros.

 

Espanhol para viagem à Argentina:

ainda não acabou

 

espanhol para viagem à Argentina_hablas español

 

 

E atenção: se você quiser pedir presunto peça por jamón (ramón), pois presunto aqui significa suposto. Ex: El presunto asesino… (O suposto assassino…).

E o que quer dizer saco? Saco quer dizer casaco, enquanto o que chamamos de saco por aqui se diz bolsa. Sorbete é canudo e não sorvete, que no espanhol se diz helado.  Tarado quer dizer idiota, enquanto vaga é preguiçosa.

 

 

Espanhol para viagem à Argentina: lunfardo

 

espanhol para viagem à Argentina lunfardo boludo

 

Por volta da segunda metade do século XIX, surgiu na Argentina uma forma de falar conhecida como lunfardo muito característica do povo local. São palavras ou expressões que nasceram com a mistura de idiomas dos imigrantes com o espanhol local, além de palavras de origem indígena, africana e outros. A população carcerária também deu sua contribuição e até hoje existem palavras muito usadas no cotidiano que são consideradas lunfardo.

 

Segundo os especialistas, há cerca de 8 mil palavras que se classificam como lunfardo. Conheça algumas delas:

 

 

Afanar: roubar

 

Birra (do inglês beer): cerveja

 

Boludo: burro, imbecil (Ese tipo es un boludo!). Também serve para chamar a atenção de outra pessoa com quem se tem certo grau de intimidade (“Che, boludo, ya cenaste?).

 

Bondi: ônibus

 

Chabón: (o) cara

 

Facha (del italiano faccia, cara): boa aparência, bem arrumado

 

Laburo (do italiano lavoro): trabalho

 

Macanudo: legal

 

Pucho (do quechua puchu, o que sobra): a ponta do cigarro depois de consumido, mas também se refere ao cigarro completo

 

Quilombo: confusão

 

 

 

Espanhol para viagem à Argentina:

trocando as sílabas

 

costumes argentinos_vesre_02

 

 

Um costume muito particular dos argentinos é trocar as sílabas das palavras para referir-se à mesma coisa, mas de uma forma mais descontraída e informal. Sendo assim, numa conversa entre amigos eles podem dizer jermu ao invés de mujer; monja, no lugar de jamón; gotan para referir-se a tango; ou garpar no lugar de dizer pagar.

 

 

Espanhol para viagem à Argentina:

encurtando palavras

 

costumes argentinos_mochi_montagem

 

Por fim, outro costume muito comum entre os argentinos ao falar é encurtar palavras. Em uma conversa do dia a dia, galletita (biscoito) vira galle; mochila se pode chamar de mochi; facultad passa a ser facu; e vacaciones (férias), simplesmente vacas!

 

 

Se está planejando sua viagem a Buenos Aires te recomendamos BAIXAR NOSSO APLICATIVO com dicas, lista de restaurantes, hotéis e passeios, se inscrever em nosso CANAL DO YOUTUBE com vídeos e  dicas semanais e nos SEGUIR NO INSTAGRAM para acompanhar nossos posts direto de Buenos Aires.

 

 

 

Leia Mais:

 

Costumes argentinos que você tem que conhecer

Guia Buenos Aires: Guia Prático de A a Z

Personalidades argentinas que fizeram história

 

By | 2017-07-13T08:00:57+00:00 julho 13th, 2017|Categories: ARTE + CULTURA, Blog, COMER + BEBER|Comentários desativados em Espanhol para viagem à Argentina: melhores dicas

About the Author:

Adriana Albuquerque
Piauiense de nascimento, cearense de coração e casada com um portenho, Adriana adotou Buenos Aires há 7 anos. Ela é formada Comunicação Social, e mãe de uma adolescente e de um filho pequeno. Uniu-se à equipe da Aguiar para produzir posts para o blog e hoje é a nossa redatora mais ativa. Provavelmente você já leu e anotou uma dicas que ela passou. Apaixonada pelo Brasil, aprendeu a amar também Buenos Aires. Já não pode viver sem mate, o chimarrão local. Adora ler, comer e viajar.