Não se assuste ou se ofenda se você estiver em Buenos Aires e alguém lhe pedir propina! Aqui essa palavra tão negativa no português tem outro significado: gorjeta. Sim, trata-se de um falso cognato. A mesma palavra ou palavras parecidas, com significado diferente. Mas não se preocupe: estamos sempre a postos para esclarecer esse tipo de confusão. Nesse post você vai aprender tudo sobre como lidar com a gorjeta em Buenos Aires!

Gorjeta em Buenos Aires: tiramos suas dúvidas!

Na Argentina, a gorjeta não vem incluída na conta. Como nem sempre o turista sabe como a coisa funciona por aqui, de uns tempos pra cá, muitos restaurantes passaram a colocar essa informação junto com o detalhe da despesa.

Gorjeta em Buenos Aires: não é oficial mas é esperada

Mas não se preocupe: vivendo há mais de sete anos em Buenos Aires e com inúmeras visitas à cidade antes disso, jamais alguém me pediu “propina”. Pelo menos, não diretamente. Mas é verdade que os garçons e garçonetes esperam receber algum dinheirinho quando o cliente paga a conta – diferente do Japão e outros países, em que esse ato de reconhecimento é interpretado com uma ofensa.

Gorjeta em Buenos Aires: quanto pagar?

Como não é oficial, não existe um percentual especificado para a gorjeta em Buenos Aires. Em geral, pode-se considerar um valor entre 10% e 15% do total da conta, mas é claro que isso depende de cada um. Como já estava acostumada com os 10% do Brasil, geralmente deixo isso. Às vezes arredondo um pouco pra mais ou pra menos, dependendo do que tenha na carteira no momento.

Gorjeta em Buenos Aires: não quero pagar!

Assim como no Brasil, ninguém escapa de um mal atendimento por aqui. Depende do restaurante, do garçom e também da sorte, já que mesmo bons estabelecimentos com bons profissionais também podem ter dias ruins. Nesse caso, há quem prefira pagar um pouco menos ou mesmo nem pagar. Essa é definitivamente uma decisão pessoal.

Gorjeta em Buenos Aires: em cash

A gorjeta em Buenos Aires deve ser paga em dinheiro, depois de pagar a conta e receber o troco. Geralmente, você deixa o valor em cima da mesa e o garçom retira depois que você vai embora. Como brasileira, até hoje costumo ficar de olho pra ver se o garçom recolhe mesmo a gorjeta antes que alguém mais rápido passe a mão. Se você se sentir mais à vontade, pague tudo junto, esclarecendo ao garçom quanto quer deixar de “propina”.

Cubiertos

Muitos restaurantes de Buenos Aires cobram uma taxa chamada de cubiertos. A tradução literal para o português seria talheres. Trata-se de uma invenção absurda para que você possa ter direito a usar o serviço de mesa, ou seja, talheres , pratos, guardanapos etc. Não adianta recusar a cestinha de pães com manteiga que servem geralmente antes de trazer os pedidos. Comendo os pães ou não, você vai pagar a taxa de cubiertos do mesmo jeito, se o restaurante que você escolheu adota essa taxa (alguns, ainda bem, já estão deixando de cobrar).

Gorjeta em Buenos Aires: restaurante tipo bufê

Os restaurantes que funcionam como bufê, em que você paga um valor fixo por pessoa e se serve quantas vezes quiser, costumam ter uma cestinha ao lado de cada ilha onde haja um cozinheiro ou churrasqueiro. Enquanto ele prepara sua massa ou o pedaço de carne que você pediu, espera que você gentilmente deixe algum “agrado” na cesta.

Nesse caso, são valores mais baixos, trocados mesmo, tipo 5 ou 10 pesos. Se tiver dúvida, dê uma espiada na quantia que as pessoas estão deixando, mas baseie-se mais que nada no seu grau de satisfação com o que foi servido.  Sugiro que você deixe a gorjeta na última vez que voltar à ilha, se pensar em ir mais de uma vez.

Além disso, o garçom que serviu você na mesa, levando as bebidas e o cafezinho, também espera “propina”, não esqueça.

Gorjeta em Buenos Aires: hotéis

Outra dica importante é para os turistas que se hospedam em hotéis. Sempre fica difícil saber quanto dar de gorjeta e pra quem, já que geralmente você é atendido por vários funcionários na sua chegada, entre o que abre as portas, o pessoal do check in e outros. A sugestão é que você espere até chegar ao quarto e dê uma gorjeta ao funcionário que se encarregou de levar suas malas. Em caso de hotéis 5 estrelas, a gorjeta em Buenos Aires pode ficar entre US$ 2 e US$ 5 (dois e cinco dólares). Os valores podem ir descendo de acordo com a categoria do hotel e a qualidade do serviço que você recebeu, claro!

Ainda não sabe onde se hospedar? Aqui damos ótimas dicas

Gorjeta em Buenos Aires: táxis

Nos táxis de Buenos Aires a gorjeta não é obrigatória, mas se você considera que recebeu um serviço satisfatório e o taxista foi atencioso, pode arredondar o valor para facilitar o troco. Eu, particularmente, faço muito isso. Mas nunca deixo mais de 2 ou 3 pesos. Mais uma vez: é uma decisão pessoal. Neste post contamos tudo que você deve saber antes de pegar um táxi em Buenos Aires. Veja AQUI.

Se está planejando sua viagem a Buenos Aires te recomendamos BAIXAR NOSSO APLICATIVO com dicas, lista de restaurantes, hotéis e passeios, se inscrever em nosso CANAL DO YOUTUBE com vídeos e dicas semanais e nos SEGUIR NO INSTAGRAM para acompanhar nossos posts direto de Buenos Aires.

Tem alguma dúvida?

Mês da viagem

Nome

Email

Duvida

Deseja receber nossas ofertas?