Picanha argentina: a verdade sobre o corte

Falou em Argentina, pensou em futebol. Mas se está com viagem marcada para Buenos Aires, mais que saber dos feitos futebolísticos do nosso rival nos gramados, o interesse maior, com toda a razão, é mesmo a gastronomia. E se o assunto é comida, a picanha argentina, tão famosa no Brasil, é campeã de pedidos. Mas como seria picanha argentina na Argentina? Que saber a resposta desta pergunta que não quer calar? Acompanhe no post.

Carne argentina

Famosa pelo mundo, a carne argentina é destaque em diversos países e também sinônimo de qualidade. Não é à toa que o país tem atingido números destacáveis quando o assunto é exportação do produto. Em janeiro de 2018 foram mais de 22 mil toneladas, segundo aponta o relatório de exportação de carne bovina divulgado pelo IPCVA (Instituto de La Promoción de la Carne Vacuna Argentina).

o que não fazer em Buenos Aires

É carne que não acaba mais (ainda bem). E pelas bandas portenhas, como era de se esperar, com um ingrediente tão nobre, o que não faltam são lugares para apreciar a legítima carne argentina. Todos os preços, diversas as receitas e também o que mais confunde: uma variação grande de cortes em relação ao Brasil, incluído a famosa picanha argentina.

Picanha Argentina

Ai você diz: ora, bolas! (tudo bem, a expressão é meio antiga mesmo), mas se eu estou na Argentina e quero comer a tal picanha argentina é necessária uma indicação de onde encontrar a iguaria?  Não deveria ser como encontrar arroz e feijão no Brasil?

Picanha argentina: churrasco

Sinto informar que não é bem assim.  Pode parecer curioso, mas na Argentina simplesmente não existe picanha, nem a argentina, nem a brasileira, nem nenhuma outra. Como assim?
É que o respectivo corte, no Brasil chamado de picanha, na Argentina é diferente, tanto no nome quanto no que diz respeito ao pedaço de carne em si. Em Buenos Aires, o equivalente ao corte, famoso nos churrascos brasileiros, recebe o nome de tapa de cuadril.

Corte brasileiro

Mas que confusão é essa, quero ir a Buenos Aires para comer picanha argentina e não tem? Mas ou menos por aí! A picanha, na verdade, é brasileira mesmo. Pelo menos é isso que conta a história.

Picanha argentina ao forno

Tudo teria acontecido em meados dos anos 1960, em São Paulo. Segundo os relatos, o milionário brasileiro Baby Pignatari, tinha por hábito comer bife de cuadril na churrascaria Bambu, localizada próximo ao aeroporto de Congonhas.
Até aí tudo bem. Salvo que, certa vez, o empresário teria pedido o corte de sempre, mas lhe foi servido um outro pedaço de carne pelo qual Pignatari teria ficado apaixonado.

Carne trocada

Após experimentar o tal outro corte, o cliente milionário, teria chamado o churrasqueiro (parillero como se diz em espanhol) para perguntar sobre a carne que havia comido. Então, o funcionário do restaurante, um típico argentino, teria explicado que como não dispunha de  cuadril,  havia servido um corte cujo nome era picanha, (chamado assim pois tratava-se da parte traseira do boi, onde ele era castigado com uma um instrumento chamado picana – uma espécie de vara com pregos na ponta).

Picanha argentina assada

A partir daí, Baby Pignatari não quis mais saber de outra coisa. Era picanha e mais picanha. Como se tratava de um industrial influente, não demorou muito para que diversos restaurantes paulistas inserissem o prato ao cardápio. Assim, com o passar os anos, a picanha argentina tornou-se sinônimo de churrasco no Brasil.

Onde comer picanha em Buenos Aires

o que não fazer em Buenos Aires

Agora que você já sabe que não é das tarefas mais fáceis encontrar picanha, pelo menos não com esse nome, em solo argentino, não se preocupe pois opções não faltarão para apreciar maravilhosos cortes de carne.

CONFIRA AQUI QUAIS OS CORTES E DICAS SOBRE CARNES ARGENTINAS

Além de saborear os mais distintos sabores típicos da culinária argentina, para quem faz questão da picanha, Buenos Aires não decepciona. Poderá encontrar com o nome de tapa de cuadril. Mas para quem quer a própria picanha, que neste caso será argentina (risos) , também há opções, ainda que não em todas as churrascarias (parillas). Veja neste post um dos restaurantes presentes em nossa lista de onde comer carne em Buenos Aires e que serve uma espetacular picanha argentina. Aproveite para se esbaldar!

Parilla argentina

Se está planejando sua viagem a Buenos Aires te recomendamos BAIXAR NOSSO APLICATIVO com dicas, lista de restaurantes, hotéis e passeios, se inscrever em nosso CANAL DO YOUTUBE com vídeos e dicas semanais e nos SEGUIR NO INSTAGRAM para acompanhar nossos posts direto de Buenos Aires.

Tem alguma dúvida?

Mês da viagem

Nome

Email

Duvida

Deseja receber nossas ofertas?


By |2018-03-13T10:54:20+00:00março 1st, 2018|Categories: Blog, COMER + BEBER, ROTEIROS + DICAS|Tags: , |Comentários desativados em Picanha argentina: a verdade sobre o corte

About the Author:

Rachel Oliveira
Diretamente de Belo Horizonte, ela gosta mesmo é de uma prosa. Rachel é comunicóloga e pós-graduada em Marketing e Comunicação. Na Aguiar, coordena a equipe de marketing , atendimento e comunicação, sempre com novas ideias e projetos. Apaixonada por cachorros, ela ama comida mineira e o vinho portenho é dono de seu coração. Cruzeirense, curte esportes e tenta ser fitness. Bem - humorada e fã de uma boa piada, é dona de uma gargalhada de muitos decibéis.