Mulheres Brasileiras empreendedoras em Buenos Aires. Em homenagem ao dia das Mulheres, estamos aqui para contar a história de mulheres aventureiras e destemidas que deixaram tudo para trás para buscar uma vida nova. Brunna, Ligia, Lia, Adriana, Mariana, Michelly, Patricia… O que essas mulheres têm em comum? Muitas coisas!

 

07 MULHERES BRASILEIRAS EMPREENDEDORAS EM BUENOS AIRES PARA SE INSPIRAR

 

 

mulheres brasileiras empreendedoras em buenos aires

 

 

Essas mulheres são brasileiras, jovens, que moram Buenos Aires e escolheram essa cidade para fazer de lar e criar o próprio negócio. Todas estão fora de seu país de origem e desenvolvendo um lindo, dedicado e esforçado trabalho na Argentina. Escolhemos 07 mulheres brasileiras empreendedoras em Buenos Aires para contar um pouco de seu negócio e experiências longe de “casa”. Porque escolheram Buenos Aires e como é empreender sendo mulher nos dias de hoje. Não deixe de conhecer e inspire-se.

 

 

MULHERES BRASILEIRAS EMPREENDEDORAS EM BUENOS AIRES:

MARIANA ZAGO

 

Mariana Zago Docinni

 

 

Mariana Zago, 35 anos, paulista e mãe de dois filhos. Foi em Buenos Aires que criou a encantadora Docinni, empresa especializada em decoração de eventos e criação de mesa com doces personalizados e únicos. Formada em Turismo e Hotelaria, Mariana descobriu seu talento sendo mãe, ao organizar o primeiro aniversário de sua filha mais velha. Quando se deparou com a mesa decorada com suas próprias mãos e o quanto estava linda e profissional, se deu conta da possibilidade de empreender um negócio nesse ramo. A mesa foi feita em conjunto com o marido e chef Ricki Carolei. Assim, formaram a dupla perfeita, onde um cozinhava e o outro decorava.

 

 

11745430_1016738401683547_8073538403601911739_n

 

 

O grande diferencial da empresa está no serviço extremamente personalizado e delicado. “Porque cada pessoa é única e cada evento especial e nossa filosofia é que os desenhos sejam sempre exclusivos e represente o gosto e a personalidade do homenageado”, comenta. Mariana explica que qualquer evento, seja um casamento, aniversário ou uma simples reunião de amigos, é especial e seu trabalho é criar uma atmosfera inesquecível, que faça parte da história de todos envolvidos.

 

 

11898574_1034196223271098_1810519095275328577_n

 

 

O seu maior desafio profissional estando fora do Brasil foi conseguir um grupo de fornecedores com o mesmo estilo de trabalho e estética, que entendam o conceito da empresa, além de mostrar ao público a importância de ter uma mesa decorada que além de gostosa, bonita, também conte histórias. Quando o assunto é desafios em ser mulher e empreendedora, esclarece: “Ser mulher, mãe e empreendedora é um desafio constante, temos que fazer um malabarismo entre as atividades familiares, sociais e de trabalho”.

 

 

MULHERES BRASILEIRAS EMPREENDEDORAS EM BUENOS AIRES:

LÍGIA BALEEIRO

 

 

image70

 

 

Lígia tem 31 anos, nasceu no Rio Grande do Sul mas se considera cidadã do mundo. Já morou em Curitiba, Florianópolis, Nova Iorque e em 2011 aterrissou em Buenos Aires. É Diretora Criativa da La Vestuarista, onde desenvolve trabalhos como Consultora de Estilo, ministra workshops, oficinas e cursos, guia tours exclusivos, além de escrever sobre moda e viagens, suas duas grandes paixões.

Lígia é formada em moda pela UDESC, com especializações em figurino e consultoria de imagem pelo Fashion Institute of Technology de Nova Iorque e também pelo Teatro Colón de Buenos Aires. Suas diversas capacitações na área e o desejo de estar sempre aprendendo foram decisivos para se colocar no mercado, mas foi a criatividade que sempre a diferenciou: ” Cresci no interior, sentindo o cheiro do campo, mas sempre fantasiei com o mundo da moda. Depois de muito criar para teatro, cinema e publicidade, passei a me dedicar ao delicioso desafio de ajudar a ampliar a bagagem de moda das pessoas”, destaca.

 

 

fashion_tour_058 (Large)

 

 
Quando o assunto é ser mulher e empreender fora do seu país, Lígia acredita que é preciso muito foco, paciência e buena onda, já que nem tudo são rosas. A consultora explica que nem sempre sua ideia pode dar certo logo de cara e que  é preciso trabalhar duro para ajustar seu negócio às reais necessidades do mercado. “Amar e acreditar no seu negócio/ideia é essencial para levar tudo adiante mesmo em tempos de crise. Mas como disse uma vez Carol Burgo, empreendedores são seres que não tem medo de largar tudo e recomeçar. Se um negocio não dá certo, partimos logo pro próximo. Se até Chanel precisou errar 4 vezes, para finalmente lançar seu famoso perfume Chanel No.5, significa que devemos seguir em busca de nossos sonhos…”

 

 

MULHERES BRASILEIRAS EMPREENDEDORAS EM BUENOS AIRES:

BRUNNA BROK

 

Brunna Brok

 

 

Brunna Brok, 32 anos, mãe de 2 filhos pequenos e Diretora da Aguiar Buenos Aires, agência de turismo que atende exclusivamente brasileiros em Buenos Aires. A empresa realiza reserva de hotéis, transfers, passeios e shows, além de fornecer diariamente dicas da cidade em suas redes sociais. Brunna, além de dona da empresa e cuidar da parte administrativa e financeira, também dirige o setor de Marketing e Comunicação, grande diferencial da Aguiar Buenos Aires.

 

 

SITE NOVO

 

Brunna comenta na entrevista que empreender sendo mulher nem sempre é fácil e em outro país é preciso coragem. Buenos Aires, ao contrário do que possa parecer, é uma cidade machista, explica. Tive dificuldades no início em me impor em diversas situações delicadas, onde descobri que mulher não tinha voz. Lembro de um caso particular, em uma discussão com um representante de uma empresa que nos fornecia um serviço. Ele pediu para falar com meu sócio, não me deixava falar. Meu sócio (e marido) disse: “Deixa que eu resolvo, não quero ninguém tratando você mal”. Eu não deixei ele resolver a situação por mim. Ele e todos entenderam que eu era capaz disso e muito mais”. Brunna comenta que é nessas horas que precisamos sair da zona de conforto e mostrar para que viemos. Precisamos conhecer nossas qualidades e recursos e saber nos impor sempre.

 

 

MULHERES BRASILEIRAS EMPREENDEDORAS EM BUENOS AIRES:

PATRÍCIA SANDER

 

IMG_0338

 

 

Patrícia Sander, 31 anos, é gaúcha e residente a mais de 10 anos de Buenos Aires. Há 3 anos ela criou o Centro de Tratamento Estético e SPA Sibelle, onde gerencia, coordena e também executa os tratamentos. Para nossa entrevista, Patrícia conta que o mais importante é estar bem consigo mesma.  “Nos dias de hoje vivemos a mil por hora e acabamos nos esquecendo de nós mesmos, de nos cuidar e de nos dar tempo suficiente para que conseguimos baixar os nossos níveis de stress do dia a dia”. A partir dessa crença, surgiu o SPA Sibelle, um espaço pensado e desenhado para relaxar, se cuidar e te olhar. O local atende argentinos e brasileiros.

 

 

relax2

 

 

Sobre os desafios de ser mulher, empreendedora fora do Brasil, Patrícia adiciona “Ser empreendedor não é uma tarefa fácil e tranquila, mas, acredito que por eu ser uma mulher forte e confiante, brasileira e empreendedora, me ajudou bastante a passar pelas situações difíceis e deixar as coisas menos complicadas.” 

 

 

MULHERES BRASILEIRAS EMPREENDEDORAS EM BUENOS AIRES:

ADRIANA CAROLINA IWANCZUK

 

 

adriana

 

 

Adriana Carolina Iwanczuk, 36 anos é fotógrafa de casamentos, de famílias e turistas em Buenos Aires. Há 7 anos mudou-se para a capital da Argentina e atua no mercado. Filha de argentinos, frequentou Buenos Aires desde que nasceu. Sobre essa transição, a fotógrafa nos conta: “A vida inteira tive o sonho de morar aqui, até que aos 29 anos a mudança aconteceu em minha vida e me tornei fotógrafa e as portas se abriram. Amo a cidade, os bairros, a vida agitada da capital e todo o charme do life style porteño”. Adriana comenta que sempre trata de curtir a cidade como uma turista, descobrindo novos lugares e aproveitando toda a oferta cultural e gastronômica que a cidade tem a oferecer.

 

 

10567322_10201279092816792_22422250_n

 

 

Mas mesmo tendo um pé em Buenos Aires, Adriana, assim como outras estrangeiras empreendedoras encontrou diversas dificuldades em seu novo caminho. “Já diziam que ninguém é profeta na sua própria terra. No meu caso, o ditado se aplica a minha vida. Deixar uma vida toda pra trás e recomeçar do zero em outro país tem seu preço e não é uma tarefa simples, mas sinto que quando alguma coisa tem que ser, o caminho te encontra . Ser imigrante traz um diferencial para minha vida e para minha profissão , além de me encher de orgulho essa sensação de olhar para trás e ver que valeu a pena o esforço. A  vida é daqueles que se arriscam!”

 

 

MULHERES BRASILEIRAS EMPREENDEDORAS EM BUENOS AIRES:

LIA DE CASAS

 

1496891_761875370610278_6085353888361529657_n

 

 

Lia de Casas, 37 anos, criou o Estúdio Arte Pública para dividir sua experiência em publicidade e design e ajudar outros pequenos empreendedores a darem ao seu negocio uma identidade profissional e mais competitiva. Viver na Argentina sempre foi uma paixão e um sonho para Lia e de repente, se transformou em uma grande oportunidade. “Depois de muitas frustrações na minha querida terra natal, foi aqui onde pude reconstruir minha vida pessoal e profissional, não sem muito esforço, mas com muita esperança e alegria”, conta a designer.

 

 

12790983_761875403943608_459245752538666714_n

 

 

Quando o assunto é empreendedorismo fora do país e sendo mulher, Lia não pensa diferente das demais:Além das dificuldades burocráticas enfrentadas por qualquer “expatriado”, aqui temos que abarbar também um mercado muitas vezes machista e orgulhoso. É necessário ter um posicionamento sólido e focado, conhecer bem seu segmento e selecionar minuciosamente o seu público-alvo, para poder fortalecer-se e encarar os percalços sem jamais “bajar los brazos”, como dizem por aqui.”

 

 

MULHERES BRASILEIRAS EMPREENDEDORAS EM BUENOS AIRES:

MICHELLY TORRES

 

12316558_10201095755632893_1507236703264685484_n

 

 

 

Michelly Torres, 36 anos, consultora de imagem, criou e coordena o evento itinerante CASA Pop Up Store desde 2014. A Pop Up Store, que já está em sua 7ª edição, une Moda, Viagem e Gastronomia. Sobre seu trabalho, a consultora nos adianta “A CASA pop up é um lugar onde culturas se misturam e estilos se conectam. Trazemos moda para mulheres com espirito de buscar  algo novo. Trabalhamos para atender de forma mais personalizada e oferecemos sempre uma experiência única.” 

Buenos Aires é hoje o headquarter da CASA, que conta com 4 eventos na capital portenha e outras edições espalhadas entre São Paulo, Rio de Janeiro e Maranhão. A equipe da CASA busca inovação e ao mesmo tempo valoriza as histórias por traz das marcas e produtos, sempre importando como são feitos, de que são feitos e para quem são feitos os produtos. O foco da empresa é trazer moda para mulheres contemporâneas, urbanas e que gostam da exclusividade CASA. “Poucas peças porque queremos que as nossas clientes se sintam especiais, únicas. Acreditamos que viajar é trocar a roupa da alma.” , enfatiza.

 

 

IMG_1094

 

 

“Não há lugar como a nossa casa” diz a célebre frase. Michelly Torres parece concordar. A brasileira viu na crescente população de expatriadas Brasileiras na Argentina uma oportunidade de negócio. Há 7 anos na capital portenha Michelly diz ter percebido logo cedo que a mulher Brasileira tem dificuldade para se adaptar à moda Argentina, seja pelo estilo ou pela numeração. “Acho que ser empreendedor em qualquer lugar do mundo exige muita disciplina, foco e determinação. Estando fora do país de origem temos que somar as dificuldades de não pertencer a sociedade local e a eterna busca deste espaço, de conhecer códigos culturais para adequar o projeto. Por outro lado apresentar um projeto feito por um estrangeiro causa sempre curiosidade, sendo neste espaço que devemos atuar, surpreendendo positivamente os nossos clientes.” 

 

 

Dia da Mulher Aguiar Buenos Aires

 

Quantas mulheres sensacionais, repletas de talento profissional, empenho e dedicação. Sem dúvidas foi uma entrevista bastante inspiradora. Esperamos que essas guerreiras sirvam de exemplo para outras milhares que possuem um sonho. Essas mulheres nos demonstraram mais do que nunca que força de vontade, uma ideia na cabeça e determinação são os passos principais passos para uma carreira internacional. Essa é a nossa homenagem a todas as mulheres Brasileiras. Nunca desistam dos sonhos.