Centro Naval é ícone da arquitetura francesa

Na esquina da Rua Florida com a Avenida Córdoba, o edifício do Centro Naval chama a atenção dos transeuntes. Mais do que um belo palácio, trata-se de uma verdadeira joia entre tantas outras que fazem parte da espetacular arquitetura portenha. Desde 2016 é possível conhecer o local por dentro, com todo seu esplendor e detalhes históricos.

Centro Naval é ícone da arquitetura francesa

Centro-Naval-foto-02

O histórico edifício do Centro Naval (Rua Florida, 801) guarda belas surpresas para quem se aventura a recorrer seus salões, escadarias e outros espaços. Inaugurado em 1914, é um típico exemplar da arquitetura da Belle Époque francesa em Buenos Aires.

Centro Naval: História em cada detalhe

A decoração da imponente fachada faz referência a temas marítimos e teve inspiração no Palácio de Versalhes, nos arredores de Paris. É de autoria do escultor Luis Trinchero. Um impactante portão de ferro e bronze dá acesso ao interior. O portão foi fundido no Arsenal Naval de Buenos Aires com velhos canhões das guerras de independência argentina. O projeto do edifício ficou a cargo dos arquitetos Jacques Dunant (suíço) e Gastón Mallet (francês).

Centro Naval é exemplar da Belle Époque Portenha

Centro-Naval-Farola-02

Ao entrar, uma impactante escadaria de mármore inspirada na Ópera de Paris atrai todos os olhares. O hall conta ainda com uma enorme lâmpada doada pelo antigo jornal La Prensa. Tudo isso, mais o portão e a fachada, formam um conjunto exemplar do que foi a Belle Époque portenha. Antigos elevadores circulares de ferro também dão acesso aos sete andares do edifício.

Centro Naval: Pinacoteca de luxo

Centro-Naval-pinacoteca-montagem

O Palácio do Centro Naval está incrivelmente bem conservado. Além disso, contém uma das melhores pinacotecas do mundo dedicadas à temática marinha. Lá você pode ver, por exemplo, dois quadros do italiano Eduardo de Martino retratando a famosa Batalha de Trafalgar, na Inglaterra (1805). Eles fazem parte de uma série de 12, sendo que as outras dez encontram-se no Imperial Greenwich College, Inglaterra.

Mas há lugar também para a arte portenha, como o quadro El amanecer en el Riachuelo, de autoria de Quinquela Martín. O artista é um dos mais reconhecidos no País e se dedicou a pintar o bairro de La Boca.

Inspiração no Museu do Louvre

Centro-Naval-Teto

O Salão de Festas é, sem dúvidas, o mais elegante. Fica no segundo andar e foi inspirado em uma das salas do Museu do Louvre. As visitas guiadas também incluem a Biblioteca, o Restaurante, a Sala de Armas, o Salão de Beleza (com alguns móveis de época) e a Alfaiataria, exclusiva dos sócios.

Faça reserva para visitar o Centro Naval

Centro-Naval-de-Buenos-Aires-visitas

As visitas guiadas ao Centro Naval são realizadas por especialistas em patrimônio e acontecem todos os sábados, às 12h e às 16h. A duração é de uma hora e as reservas podem ser feitas pelo telefone 4382.9989.

Se está planejando sua viagem a Buenos Aires te recomendamos BAIXAR NOSSO APLICATIVO com dicas, lista de restaurantes, hotéis e passeios, se inscrever em nosso CANAL DO YOUTUBE com vídeos e dicas semanais e nos SEGUIR NO INSTAGRAM para acompanhar nossos posts direto de Buenos Aires.

Tem alguma dúvida?

Mês da viagem

Nome

Email

Duvida

Deseja receber nossas ofertas?


By |2018-08-01T11:39:46+00:00julho 31st, 2018|Categories: ARTE + CULTURA, Blog, PASSEIOS + PONTOS TURÍSTICOS, ROTEIROS + DICAS|Tags: , |Comentários desativados em Centro Naval é ícone da arquitetura francesa

About the Author:

Adriana Albuquerque
Piauiense de nascimento, cearense de coração e casada com um portenho, Adriana adotou Buenos Aires há 9 anos. Ela é formada Comunicação Social e mãe de uma adolescente e de um filho pequeno. Uniu-se à equipe da Aguiar para produzir posts para o blog e hoje é a nossa redatora mais ativa. Provavelmente você já leu e anotou uma dicas que ela passou. Apaixonada pelo Brasil, aprendeu a amar também Buenos Aires. Já não pode viver sem mate, o chimarrão local. Adora ler, comer e viajar.