Feira de San Telmo ou de Mataderos: qual escolher?

Passear pelas feiras típicas das cidades, é uma ótima forma de conhecer um pouco da cultura e dos costumes de seu povo. No entanto, às vezes há tanta opção que fica difícil escolher. Uma pergunta muito comum é:  Feira de San Telmo ou de Mataderos, qual escolher? Sendo assim, decidimos falar das duas juntas no post de hoje.

Feira de San Telmo ou de Mataderos:

qual escolher?

Feira-de-San-Telmo-ou-de-Matadeiros-San-Telmo

Antiguidades ou a alma portenha em sua essência mais criolla? Fotografias, livros, discos ou doces, compotas e danças folclóricas? Em resumo, Feira de San Telmo ou Feira de Mataderos: qual escolher?

Feira de San Telmo ou de Mataderos:

é preciso escolher?

Feira-de-San-Telmo-ou-de-Mataderos-escolha

Antes de tudo, vale dizer que não necessariamente é preciso escolher. Você pode optar por visitar ambas, inclusive no mesmo dia! Nesse caso, é bom estar preparado para ir com tempo (elas ficam longe uma da outra), parando pra descansar quando o corpo pedir e atento para não perder os detalhes.

Feira de San Telmo ou de Mataderos:

igualmente valiosas

Feira-de-San-Telmo-ou-de-Matadeiros-cartaz

A Feira de San Telmo é muito mais conhecida pelos turistas porque fica na zona nobre da cidade. Mas a de Mataderos também tem seu valor e, embora você tenha que gastar mais tempo se deslocando até lá, garanto que não vai se arrepender de visitá-la.

Feira de San Telmo:

destaque são as antiguidades

Feira-de-San-Telmo-ou-de-Matadeiros-latas

A primeira, como já dissemos, destaca-se no comércio de produtos antigos. São talheres de prata, louças, brinquedos, roupas e até móveis cujo valor é inestimável para os amantes de antiguidades. Mas tem também quadros, discos, fotografias, artesanatos e outros produtos que atraem turistas e portenhos em geral.

Feira de Mataderos:

radiografia da cultura criolla

Feira-de-San-Telmo-ou-de-Mataderos-gobierno-de-la-ciudad

Já a Feira de Mataderos é uma espécie de fotografia em cores vivas da cultura gaucha ou criolla. Repleta de portenhos, conta com apresentações ao vivo, danças típicas e folclóricas, o melhor da culinária regional, churrascos e é claro, o comércio de artesanato.

Feira de San Telmo também tem lugar para cultura

Feira-de-San-Telmo-ou-de-Mataderos-músicos

A Feira de San Telmo também não fica trás no quesito cultura. Artistas dos mais variados gêneros se apresentam no local e fazem do bairro um espetáculo à parte. Dançarinos, atores, desenhistas, músicos, e diversos artistas independentes se apresentam em troca de diversão e de alguns pesos argentinos.

Feira de San Telmo:

horários e localização

Feira-de-San-Telmo-ou-de-Mataderos-San-Pedro-Telmo

A Feira de San Telmo fica no bairro de mesmo nome. Não por acaso, um dos mais turísticos da cidade. A feira mesmo acontece na Praça Dorrego, na rua Defensa, esquina com a Humberto 1° (lê-se Humberto Primo, de acordo com o coloquialismo portenho).

A feira funciona oficialmente aos domingos, das 10h às 17h. Mas aos sábados é possível encontrara algumas barracas abertas.

Feira de Mataderos:

horários e localização

Feira-de-San-Telmo-ou-de-Mataderos-Mataderos-gaucho

A Feira de Mataderos fica no cruzamento da Avenida Lisandro de La Torre e Avenida de Los Corrales, no bairro Mataderos. O local é conhecido pelo antigo matadouro e comércio de gado. Funciona somente aos domingos e feriados pátrios, das 11 às 19h. Atenção: a feira é cancelada nos dias de chuva.

Se está planejando sua viagem a Buenos Aires te recomendamos BAIXAR NOSSO APLICATIVO com dicas, lista de restaurantes, hotéis e passeios, se inscrever em nosso CANAL DO YOUTUBE com vídeos e dicas semanais e nos SEGUIR NO INSTAGRAM para acompanhar nossos posts direto de Buenos Aires.

Tem alguma dúvida?

Mês da viagem

Nome

Email

Duvida

Deseja receber nossas ofertas?


By |2018-10-09T08:23:35+00:00setembro 24th, 2018|Categories: ARTE + CULTURA, Blog, PASSEIOS + PONTOS TURÍSTICOS, ROTEIROS + DICAS|Tags: , |Comentários desativados em Feira de San Telmo ou de Mataderos: qual escolher?

About the Author:

Adriana Albuquerque
Piauiense de nascimento, cearense de coração e casada com um portenho, Adriana adotou Buenos Aires há 9 anos. Ela é formada Comunicação Social e mãe de uma adolescente e de um filho pequeno. Uniu-se à equipe da Aguiar para produzir posts para o blog e hoje é a nossa redatora mais ativa. Provavelmente você já leu e anotou uma dicas que ela passou. Apaixonada pelo Brasil, aprendeu a amar também Buenos Aires. Já não pode viver sem mate, o chimarrão local. Adora ler, comer e viajar.