Galerias Pacífico: compras e arquitetura

Pode ser pela bela arquitetura do edifício. Pode ser pela localização estratégica. Ou pode ser pela variedade de lojas com as marcas mais procuradas pelos brasileiros. Os motivos são muitos e variados, mas se você vai a Buenos Aires, não deve perder a oportunidade de conhecer as Galerias Pacífico.

Galerias Pacífico: compras e arquitetura

Localizado no cruzamento da avenida Córdoba com a famosa rua Florida, no microcentro portenho, o shopping Galerias Pacífico conta com marcas famosas e queridinhas dos brasileiros, como Tommy Hilfiger, Lacoste, Christian Lacroix, Rochas, Brooksfield, Chanel e Cacharel. O shopping oferece alguns benefícios para turistas, como a devolução das taxas de impostos ao sair do país. Isso vale a partir de $70 (setenta pesos) nas lojas aderidas.

Inspiração francesa

O edifício onde hoje funcionam as Galerias Pacífico foi projetado por Francisco Seeber e Emilio Bunge no final do século XIX para abrigar o Au Bon Marché Argentino. Com uma arquitetura inspirada no estilo francês, o objetivo era oferecer os mais refinados produtos da moda, para um público seleto.

 

Mudanças ao longo do tempo

O projeto foi caprichado: ruas entrecruzadas, abóbadas de vidro e uma impressionante cúpula central. Em 1896, essa bela obra arquitetônica foi transformada na sede do Museu Nacional de Belas Artes. Dois anos mais tarde, por conta de uma crise econômica, parte do prédio foi vendida para a empresa Ferrocarril Buenos Aires al Pacífico– companhia de transporte ferroviário de capital britânico que operou na Argentina entre o final do século XIX e a primeira metade do século XX. A nova sede dos escritórios da empresa passou a ser chamada de Edifício Pacífico.

Remodelação

Uma nova obra, em 1945, separou a parte do escritório do setor de lojas. O destaque da remodelação, comandada pelos arquitetos Jorge Aslan e Héctor Ezcurra, foi a atual cúpula de 450 metros, recoberta com murais de renomados artistas da época: Spilimbergo, Berni, Castagnino, Colmeiro e Urruchúa.

Shopping Galerias Pacífico

Declarado Monumento Histórico Nacional em 1989, o edifício das Galerias Pacífico passou por uma nova reforma, sendo reinaugurado como shopping center em 1992. Quatro novos murais foram então incorporados ao edifício, assinados por Rómulo Macció, Josefina Robirosa, Guillermo Roux e Carlos Alonso.

Visita guiada

Você pode ver de perto os detalhes arquitetônicos das Galerias Pacífico com explicações detalhadas. O shopping oferece visitas guiadas de segunda a sexta, às 11h30 e às 16h30, tendo a Cúpula Central como ponto de partida. No quiosque de informações, no térreo, há fones de ouvido com opções de idiomas, entre eles o Português.

Centro Cultural Borges

No mesmo edifício, funciona também o Centro Cultural Borges. O espaço é amplo e bem iluminado e foca especialmente nas artes plásticas e na fotografia, embora também ofereça outras atividades. O CCB funciona das 10h às 21h, de segunda a sábado. Aos domingos, das 12h às 21h. A entrada custa $40 e crianças até 12 anos não pagam.

Serviço:

Shopping Galerias Pacífico: Avenida Córdoba e rua Florida

Segunda a sábado: 10h às 21h

Domingos: 12h às 21h

Praça de alimentação: 10h às 22h30, todos os dias

Visitas guiadas:

De segunda a sexta, às 11h30 e às 16h30

Ponto de partida: Cúpula Central

Duração: 20 minutos

Veja nossa lista dos 6 melhores shopping centers para visitar em Buenos Aires!

Se está planejando sua viagem a Buenos Aires te recomendamos BAIXAR NOSSO APLICATIVO com dicas, lista de restaurantes, hotéis e passeios, se inscrever em nosso CANAL DO YOUTUBE com vídeos e dicas semanais e nos SEGUIR NO INSTAGRAM para acompanhar nossos posts direto de Buenos Aires.

Tem alguma dúvida?

Mês da viagem

Nome

Email

Duvida

Deseja receber nossas ofertas?

By |2018-04-17T18:22:40+00:00abril 11th, 2016|Categories: Blog, COMPRAS + DINHEIRO, PASSEIOS + PONTOS TURÍSTICOS|Comentários desativados em Galerias Pacífico: compras e arquitetura

About the Author:

Adriana Albuquerque
Piauiense de nascimento, cearense de coração e casada com um portenho, Adriana adotou Buenos Aires há 9 anos. Ela é formada Comunicação Social e mãe de uma adolescente e de um filho pequeno. Uniu-se à equipe da Aguiar para produzir posts para o blog e hoje é a nossa redatora mais ativa. Provavelmente você já leu e anotou uma dicas que ela passou. Apaixonada pelo Brasil, aprendeu a amar também Buenos Aires. Já não pode viver sem mate, o chimarrão local. Adora ler, comer e viajar.