Viajar sozinha a Buenos Aires: Como planejar?

Viajar sozinha a Buenos Aires? É seguro? É mais caro? É possível? Quais cuidados as mulheres devem ter para viajar sozinha a Buenos Aires? Como aproveitar o melhor da cidade?

Viajar sozinha a Buenos Aires: Como planejar?

Para responder essas e outras dúvidas, convidamos uma pessoa muito especial. Como ela mesmo se denomina, Denise Tonin é viajante solo por opção e paixão. E ela que convidamos hoje para um bate papo que auxiliará e deixará mulheres mais seguras a viajar sozinha a Buenos Aires. Dica de quem conhece muito do assunto e que já curtiu muito de Buenos Aires, sozinha.

Denise Tonin: Viajante solo

Um de seus maiores prazeres na vida é viajar e compartilhar suas experiências e todo o aprendizado que adquiriu ao longo de mais de 15 anos viajando sozinha pelo mundo.

Denise Tonin idealizadora da Solo Travel Week, uma semana onde ela compartilha conteúdos gratuitos e online sobre viajar sozinha; e também do Programa Viajante Solo, um curso online que mostra como planejar uma viagem solo inteligente, econômica e segura. Além do blog, trabalha também como consultora em Marketing Digital, com foco em Mídias Sociais e Webdesign. Aqui você poderá conhecer um pouco da trajetória dela e também sobre sua página Viajante Solo.  

Viajar sozinha a Buenos Aires: Mitos e medos

Denise, sabemos que viajar sozinha a Buenos Aires é possível e ao longo da entrevista você nos confirmará. Mas quais são os principais anseios de quem planeja uma viagem sozinha, independente do destino?

São vários e todos vem em forma de “medo” disso ou daquilo. Mas o principal mencionado pela maioria das mulheres é o de se sentirem muito solitárias. E isso é o que menos acontece quando viajamos sozinhas. Você só se sentirá solitária e triste se resolver se fechar ou se realmente quiser estar consigo mesma o tempo todo. Sempre há inúmeras oportunidades de conhecer outras pessoas que também estão viajando sozinhas e que estarão abertas a novas amizades e a compartilhar passeios e momentos. Escrevi sobre os vários medos das mulheres e como elas podem administrá-los neste artigo.

Mulher, viagens e segurança. Sabemos que há muito mitos. Como viajar sem medo e aproveitar o destino e as experiências?

O medo faz parte do ser humano e ninguém vai perdê-lo, pois ele nos constitui e nos protege. Precisamos é saber administrá-lo para que ele não nos paralise e esteja do nosso lado nos protegendo. A dica para viajar mais confiante é entender exatamente qual é o nosso medo. Sentimos medo de que ao pensarmos em viajar sozinha? Sabendo com clareza o que sentimos, entendendo do que temos medo, já o estamos diminuindo a um tamanho bastante razoável e muito mais fácil de administrar.

Em relação a segurança sempre teremos que estar atentas ao nosso redor e isso já faz parte da nossa vida diária. Viajando não será diferente, nem mais perigoso. Basta a gente tomar as atitudes que tomamos no dia a dia para nos protegermos e estaremos bem e seguras. Ao contrário do às vezes pensamos ou nos falam, na estrada há muito mais pessoas legais do que pessoas do “mal”.

Para quem quiser dicas de segurança, escrevi um ebook gratuito, que pode ajudar quem está viajando sozinha pela primeira vez e para as que gostariam de relembrar algumas atitudes que já tomamos no dia a dia.

Viajar sozinha a Buenos Aires: Planejar é preciso!

Como sacar dinheiro em Buenos Aires_diarioelporticocom

E os custos? São maiores de quando se viaja acompanhada? Como fazer uma viagem econômica?

Se fizermos um cálculo basicão, sim, viajar sozinha custa mais do que quando estamos acompanhadas pelo simples fato de que não estaremos dividindo todos custos da viagem e, principalmente, a hospedagem que pesa no orçamento (quando não usamos quarto compartilhado em hostel, que é cobrado por noite e por pessoa). Também há o single supplement, uma taxa cobrada por alguns estabelecimentos por você estar sozinha (o).

Mas a boa notícia é que se você está viajando sozinha você tem a possibilidade de administrar seu orçamento da maneira que quiser e isso inclui fazer ajustes que possibilitem gastar menos como, por exemplo, hospedar-se em hostel, viajar na baixa temporada e até mesmo escolher destinos mais em conta. Viajar sozinha te dá todas as condições de adequar a sua viagem ao seu orçamento disponível, sem ter que negociar com ninguém.

Mais dicas para economizar na sua viagem solo AQUI.

Você acredita que é importante buscar agências locais para realizar excursões e assim ter a oportunidade de conhecer mais pessoas e viajantes?

Se você está viajando sozinha pela primeira vez e ainda se sente insegura, acho primordial buscar agências locais, pois há inúmeras vantagens: você vai, com certeza, conhecer outras pessoas, vai ser mais seguro, vai economizar tempo na hora de descobrir como chegar, etc., sem contar com o conforto e todo o conhecimento que os guias locais vão passar para você. Em todas as minhas viagens sempre faço passeios por conta própria e com agências locais.

Hostel, apartamento ou Hotel? O que você recomenda?

Isso sempre vai depender do estilo e do objetivo da viagem.  Todas as 3 possibilidades de hospedagem são válidas para quem viaja sozinha e cada uma com suas características e particularidades.

Há pessoas que tem como objetivo principal fazer novas amizades e, neste caso, o hostel é recomendado pelo ambiente mais descontraído e mais inclusivo. Hospedar-se em hostel não é garantia de novas amizades, pois sempre vai depender do quanto você está aberta a isso, mas tem um ambiente muito mais propício para conhecer outras pessoas do que em um hotel, por exemplo.

Quando você vai permanecer por mais tempo em um destino, o apartamento pode ser uma opção para economizar, pois as diárias geralmente são mais baratas que os hotéis e você ainda tem a possibilidade de fazer as refeições por lá. Outra coisa que gosto muito quando alugo um apartamento é a sensação de fazer parte daquele lugar, como uma pessoa local.

E, por fim, mas não menos importante são os velhos e bons hotéis que te trazem em 90% das vezes uma ótima localização, além de conforto e serviços à mão como restaurante, serviços de quarto 24 horas, academia, bar, entre outras facilidades.

Viajar sozinha a Buenos Aires: Dicas essenciais

Você adora Buenos Aires, nós sabemos. O que recomendaria a outras mulheres que planejam viajar sozinha a Buenos Aires, mas precisam criar coragem?

Para Buenos Aires ou para qualquer destino, sempre recomendo que pesquisem bastante sobre a cidade. Entenda como ela funciona e o que você pode esperar dela. Isso trará confiança! Acho Buenos Aires muito tranquila para se conhecer sozinha, se compararmos as cidades grandes do Brasil, como Rio ou São Paulo. Então, vá confiante e desfrute da cidade – mas sempre atenta ao seu redor.

Nós aqui adoramos dar dicas e informações e você na sua página também. Mas falando em Buenos Aires, quais lugares e experiências você acredita ser imperdíveis para quem planeja viajar sozinha a Buenos Aires?

BsAs tem muitas, mas muitas coisas mesmo para se fazer. Fica bem difícil dizer as mais incríveis sem deixar algo de fora! Na cidade, eu amei conhecer o Malba, que é imperdível para quem gosta de museus, a Livraria Ateneo que é um ambiente de sonhos para quem gosta de livros e assistir a um show de Tango.
Para quem tem bastante dias na cidade sugiro fazer um passeio de barco no Delta do Tigre e também, se tiver oportunidade, um bate e volta a Colonia del Sacramento no Uruguai.

Se está planejando sua viagem a Buenos Aires te recomendamos BAIXAR NOSSO APLICATIVO com dicas, lista de restaurantes, hotéis e passeios, se inscrever em nosso CANAL DO YOUTUBE com vídeos e dicas semanais e nos SEGUIR NO INSTAGRAM para acompanhar nossos posts direto de Buenos Aires.

Tem alguma dúvida?

Nome

Email

Mês da viagem

Duvida

Deseja receber nossas ofertas?

By | 2018-03-08T12:24:34+00:00 março 9th, 2018|Categories: ARTE + CULTURA, Blog, PASSEIOS + PONTOS TURÍSTICOS, ROTEIROS + DICAS|Tags: , |Comentários desativados em Viajar sozinha a Buenos Aires: Como planejar?

About the Author:

Brunna Brok
Diretora da Aguiar Buenos Aires e completamente apaixonada pela cidade. Brunna Brok é paulista, mas já vive há mais de 7 anos em Buenos Aires com o marido e dois filhos pequenos. Assina diversos posts do blog, é apresentadora do canal do youtube, gerencia o instagram e coordena as ações de marketing da Aguiar. Passa metade do dia sonhando e a outra planejando como realizá-los. Apesar do seu vício por trabalho, também ama viajar, jogar futebol, café e chocolate!