Café La Biela: tradição na Recoleta

Apesar da invasão de cadeias de cafés do tipo fast food, Buenos Aires é uma das poucas cidades que resiste e mantém viva sua forte tradição em cafeterias. O Café La Biela é um ícone portenho, testemunha dessa resistência.

Café La Biela: tradição na Recoleta

Localizado na Plaza Intendente Alvear, o Café La Biela fica de frente para o Cemitério da Recoleta e para a Basílica de Nuestra Señora del Pilar, formando um conjunto de pontos turísticos realmente imperdíveis. O Café La Biela é uma ótima opção para almoçar, jantar ou tomar um cafezinho acompanhado de uma típica medialuna.

A história do nome: Café La Biela

Antes de ser oficialmente batizado de Café La Biela, o local se chamava Aero Bar, em homenagem aos pilotos civis que moraram na mesma rua do bar. A partir de 1942, passou a ter o nome atual.

O nome Café La Biela nasceu por acaso. Por volta de 1950, um grupo de amigos apaixonados por automobilismo precisava de um lugar para reunir-se, já que haviam sido expulsos do local que frequentavam por excesso de barulho.

Em meio à busca de um novo lugar, o carro de um deles ficou no prego por problemas na biela. Eles estavam justamente em frente a um bar e decidiram ficar por lá mesmo, onde passaram a se encontrar frequentemente. Inicialmente, chamaram o local de La Biela Fundida (A Biela Quebrada), simplificando depois para La Biela.

Café La Biela: Elegante e acolhedor

No salão interno do La Biela, o ambiente é elegante e acolhedor. A decoração conta com alguns detalhes que revelam a estreita relação do local com o automobilismo. As paredes exibem radiadores, antigos faróis, bielas, buzinas e outras peças de carros antigos.

Homenagens aos grandes do automobilismo

Nas paredes, por meio de fotografias, marcam presença grandes nomes do automobilismo, como o argentino Juan Manuel Fangio – pentacampeão mundial de Fórmula 1; o também argentino José Froilán González – duas vezes campeão mundial e o piloto responsável pela primeira vitória da Ferrari na Fórmula 1; o suíço Clay Reggazzoni, entre outros.

Mesinhas e escultura na calçada

Na primavera ou no verão (se o calor ainda não estiver de matar ou se você for acostumado a altas temperaturas), uma boa pedida é sentar em uma das mesinhas da calçada, apreciando a paisagem, o vai e vem das pessoas e a refrescante sombra da árvore centenária que embeleza a vista.

Desde 2013, a calçada do Café La Biela conta também com uma escultura de um às do automobilismo local, Oscar Gálvez. Para que se tenha uma ideia de sua importância no automobilismo argentino, basta dizer que Gálvez, junto com seu irmão Juan, dá nome ao autódromo portenho.

Mesa ilustre

O Café La Biela é um símbolo de toda uma geração de intelectuais das décadas de 60 e 70. Dois dos frequentadores mais assíduos do local foram Jorge Luis Borges e Adolfo Bioy Casares. A presença da dupla foi imortalizada no La Biela, onde uma mesa próxima à entrada tem as estátuas dos escritores sentadas a uma mesa.

Adolfo Bioy Casares também é o autor das fotografias expostas atrás do balcão do Café La Biela. As fotos registram o passar do tempo na Recoleta e foram feitas para ilustrar um livro que escreveu junto com Jorge Luis Borges.

Para ilustres e desconhecidos

Ao longo do tempo, muitas outras personalidades têm frequentado o Café La Biela. São políticos, empresários, destaques do esporte, das artes e da Realeza, atores, músicos e escritores de fama internacional, entre outros, que misturam-se no La Biela com ilustres desconhecidos.

Entre eles, personalidades como Francis Ford Coppola, Robert Duvall, Jackie Stewart, Emerson Fittipaldi, Joaquín Sabina, Ernesto Sabato, Julio Cortázar, Joan Manuel Serrat, Facundo Cabral, só para citar alguns.

Um bar notável

O Café La Biela foi declarado “Lugar de Interesse Cultural” pela Legislatura da Cidade de Buenos Aires, em 1999. Além disso, faz parte da lista de Bares  Notables de Buenos Aires, uma seleta de lista de bares, cafés e confeitarias eleitos pelo Governo da Cidade como representativos da cidade por sua antiguidade, tradição e valor cultural e arquitetônico.

Veja aqui a nossa lista das cafeterias mais clássicas de Buenos Aires

Se está planejando sua viagem a Buenos Aires te recomendamos BAIXAR NOSSO APLICATIVO com dicas, lista de restaurantes, hotéis e passeios, se inscrever em nosso CANAL DO YOUTUBE com vídeos e dicas semanais e nos SEGUIR NO INSTAGRAM para acompanhar nossos posts direto de Buenos Aires.

Tem alguma dúvida?

Nome

Email

Mês da viagem

Duvida

Deseja receber nossas ofertas?

By |2018-04-09T21:52:01+00:00agosto 4th, 2017|Categories: ARTE + CULTURA, Blog, COMER + BEBER, PASSEIOS + PONTOS TURÍSTICOS|Comentários desativados em Café La Biela: tradição na Recoleta

About the Author:

Adriana Albuquerque
Piauiense de nascimento, cearense de coração e casada com um portenho, Adriana adotou Buenos Aires há 9 anos. Ela é formada Comunicação Social e mãe de uma adolescente e de um filho pequeno. Uniu-se à equipe da Aguiar para produzir posts para o blog e hoje é a nossa redatora mais ativa. Provavelmente você já leu e anotou uma dicas que ela passou. Apaixonada pelo Brasil, aprendeu a amar também Buenos Aires. Já não pode viver sem mate, o chimarrão local. Adora ler, comer e viajar.