Edifício Kavanagh: marco na arquitetura portenha

Os grandes atrativos de Buenos Aires, que mantém com orgulho muito da influência europeia trazida pelos imigrantes que chegaram ao longo dos anos. Mas o Edifício Kavanagh, tema do nosso post de hoje, é um caso à parte. Embora apresente traços da Art Decó e do Expressionismo europeu, é considerado um ícone do movimento modernista argentino dos anos 30.

Edifício Kavanagh: marco na arquitetura portenha

De estilo racionalista e inaugurado em 1936, o Edifício Kavanagh completou 80 anos em janeiro passado. Com 120 metros de altura, foi durante muitos anos o edifício mais alto de Buenos Aires e de toda a América do Sul. Mais do que isso, trata-se de um marco na arquitetura portenha.

Itens de luxo e telefonista

Foi também o primeiro edifício portenho a contar com certos itens de luxo, como uma central de ar-condicionado, piscina, lavanderia e quarto de passar roupa, câmara frigorífica e sistema telefônico central. Esse último, um detalhe importantíssimo e usado até hoje, já que o Edifício Kavanagh não dispõe de porteiro elétrico e os visitantes são anunciados pela telefonista.

Edifício Kavanagh: revolucionário

No total, são 33 andares, 113 apartamentos, todos com entrada privada e diferentes comodidades, 13 elevadores, 5 entradas independentes, 5 escadas, lojas no térreo, entre outros detalhes revolucionários para a época.

Corina Kavanagh

O edifício foi encarregado pela milionária portenha Corina Kavanagh, em 1934. O trabalho ficou a cargo de um dos mais conceituados escritórios de arquitetura da época, dos arquitetos Sánchez, Lagos e De La Torre. Terminadas as obras, a milionária passou a morar no apartamento do 14º andar, o único que ocupa um andar inteiro.

Edifício Kavanagh: desenho inovador

É praticamente impossível passar pelos arredores e não notar a presença do Edifício Kavanagh, que se ergue imponente, destacando-se não só por sua altura, mas também por seu desenho, com marcados recuos que se adequavam às exigências de construção da época. Eles tornam a silhueta do edifício semelhante à proa de um navio e permitiram também criar terraços em parte dos apartamentos.

Vista privilegiada

O Edifício Kavanagh fica em um local privilegiado, na rua Florida, 1065. Vizinho à Praça San Martín, alguns moradores têm a sorte de ter vista para o verde das centenárias árvores da praça.

Outros podem ver, do outro lado, as torres de Catalinas norte (importante complexo de negócios da cidade), a city portenha (zona onde se concentram bancos, edifícios administrativos e escritórios) e as cúpulas da Basílica do Santíssimo Sacramento. De frente, a vista dá para a famosa Torre dos Ingleses, a Estação Retiro e, ao longe, o Rio da Prata.

Reconhecimento

Em 1999, o Edifício Kavanagh foi declarado Monumento Histórico Nacional. Nesse mesmo ano, foi incorporado ao Patrimônio Mundial da Arquitetura da Modernidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Edifício Kavanagh: o mito

Você sabia que por trás da construção do Edifício Kavanagh há quem diga que existe uma história de amor e vingança? Reza a lenda que Corina Kavanagh viveu um romance com um dos filhos da aristocrática família Anchorena, que não aceitava a relação por ela não ter título de nobreza. Por força da família, a relação chegou ao fim.

Para vingar-se, a milionária teria mandado construir o enorme edifício só para tapar a vista que os Anchorena tinham de sua casa (atual Palácio San Martín, sede da Cancillería Argentina) à Basílica do Santíssimo Sacramento. A basílica havia sido construída para se converter futuramente no sepulcro da família. Hoje, o único lugar de onde se pode ver a igreja é a viela que leva o nome da rival dos Anchorena: Pasaje Kavanagh.

Se está planejando sua viagem a Buenos Aires te recomendamos BAIXAR NOSSO APLICATIVO com dicas, lista de restaurantes, hotéis e passeios, se inscrever em nosso CANAL DO YOUTUBE com vídeos e dicas semanais e nos SEGUIR NO INSTAGRAM para acompanhar nossos posts direto de Buenos Aires.

Tem alguma dúvida?

Mês da viagem

Nome

Email

Duvida

Deseja receber nossas ofertas?

By |2018-08-07T21:30:12+00:00maio 7th, 2016|Categories: ARTE + CULTURA, Blog|Comentários desativados em Edifício Kavanagh: marco na arquitetura portenha

About the Author:

Adriana Albuquerque
Piauiense de nascimento, cearense de coração e casada com um portenho, Adriana adotou Buenos Aires há 9 anos. Ela é formada Comunicação Social e mãe de uma adolescente e de um filho pequeno. Uniu-se à equipe da Aguiar para produzir posts para o blog e hoje é a nossa redatora mais ativa. Provavelmente você já leu e anotou uma dicas que ela passou. Apaixonada pelo Brasil, aprendeu a amar também Buenos Aires. Já não pode viver sem mate, o chimarrão local. Adora ler, comer e viajar.