Galeria Bond Street e suas tribos

 

Pra quem não sabe a Argentina tem uma forte tradição roqueira. Os shows enchem estádios, o público tem uma energia incrível e existe a fama de que o fã argentino é o mais animado da América Latina. Sendo assim, não podia faltar um local em Buenos Aires onde essa gente se sentisse em casa. Esse lugar é a Galeria Bond Street, a praia do pessoal alternativo, não só do rock, mas do skate, da tatuagem, do punk e de outras tribos.

 

 

Galeria Bond Street e suas tribos

 

galeria_bond_street_15

galeria_bond_street_21_viajadasblogspot

A Galeria Bond Street é um local único na cidade. Mesmo que você não se identifique com nenhuma das tribos que andam por lá, vai ser difícil ficar indiferente aos incríveis grafites que colorem as paredes, à atmosfera do local ou a alguma das músicas que rolam nas lojas – na primeira vez que estive por lá, tocava The Smiths e saí procurando de onde vinha aquela música que eu tanto amo, embalou a minha adolescência e escuto até hoje! Ok, já estou entregando a idade, foco no texto!

 

Nasce a Galeria Bond Street

 

galeria_bond_street_01_taringanet

A Galeria Bond Street nasceu em 1963, como um lugar voltado mais pra classe média alta, onde o pessoal da Recoleta pudesse fazer suas compras. Localizada na famosa Avenida Santa Fé, 1670, tinha novidades que os outros locais comerciais em geral ainda não tinham, como escada rolante e piso de mármore.

 

 

Perfil Cultural

 

galeria_bond_street_05

galeria_bond_street_04

Depois da ditadura militar, o local passou por uma crise, mas foi renascendo aos poucos e reunindo as tribos que não se identificavam com os estereótipos mais tradicionais e aceitos pela sociedade. Lojas voltadas para o público punk, dark, heavy metal, skatista e outros foram formando o perfil cultural da Galeria Bond Street, que dura até hoje.

 

Tattoos, comics e muito mais

 

american_tatoo

galeria_bond_street_20_viajadasblogspot

Mas foi com a “explosão” das tatuagens, por volta dos anos 90, que a Galeria Bond Street ganhou mais fama e um certo status de cool. Além de váááários estúdios de tattoo, chegaram também lojas de piercing, comics e moda alternativa em geral. Muita gente famosa escolhe a galeria para se tatuar.

 

Cannabis Club

 

galeria_bond_street_17

A Galeria Bond Street tem também uma loja especializada em artigos relacionados à maconha. Isso mesmo! Embora a produção de marihuana seja proibida também por aqui, cada vez mais surgem lojas que vendem artigos voltados para o auto-cultivo. No caso do Cannabis Club, é possível encontrar desde revistas e adubos até produtos feitos de cânhamo, mas não sementes ou a maconha propriamente dita.

 

Para os desavisados: na Argentina a posse e o cultivo da maconha é ilegal, com pena de 4 a 15 anos de prisão. Mas até onde a gente sabe, entrar e dar uma espiadinha não mete ninguém em problemas.

 

 

Veja mais:

Livraria El Ateneo: a mais bela da América Latina

Recoleta: o bairro de Buenos Aires que tem que estar em seu roteiro

Cemitério da Recoleta: Um lugar onde a vida pulsa!

Horário em Buenos Aires. Saiba tudo!

 

By |2016-09-14T18:01:31+00:00setembro 14th, 2016|Categories: ARTE + CULTURA, Blog, COMPRAS + DINHEIRO|Comentários desativados em Galeria Bond Street e suas tribos

About the Author:

Adriana Albuquerque
Piauiense de nascimento, cearense de coração e casada com um portenho, Adriana adotou Buenos Aires há 9 anos. Ela é formada Comunicação Social e mãe de uma adolescente e de um filho pequeno. Uniu-se à equipe da Aguiar para produzir posts para o blog e hoje é a nossa redatora mais ativa. Provavelmente você já leu e anotou uma dicas que ela passou. Apaixonada pelo Brasil, aprendeu a amar também Buenos Aires. Já não pode viver sem mate, o chimarrão local. Adora ler, comer e viajar.