Chimichurri: conheça esta famosa iguaria argentina

Muitos de vocês já devem ter se perguntado o  que é o chimichurri? É um molho frio, às vezes levemente apimentado, que os argentinos costumam servir nas parrillas para acompanhar as carnes. Certamente, já faz parte do DNA (e da história) do país.

Se por um lado combina com os cortes mais nobres, a exemplo do ojo de bife ou do bife de chorizo. Por outro é também perfeito para realçar o sabor de um simples choripán.

Embora tenha origem na Argentina, o chimichurri é usado também no Uruguai, Paraguai, Peru e Chile.

Saiba neste post quais são os seus ingredientes, porque ele é servido desta maneira e as diversas possíveis explicações para este nome. Por fim, como fazer uma versão caseira desta mistura de temperos.

Bife-de-chorizo-con-chimichurri

O que é o chimichurri – ingredientes

O chimichurri, em sua versão clássica, é um mistura de salsinha, orégano, alho, pimentão seco moído (que aqui chamamos de ají molido), vinagre e sal

Por outro lado, há quem opcionalmente misture manjericão, tomilho, louro, cebola e até mostarda em pó ou grão. De qualquer maneira, é preferível que todos os ingredientes sejam frescos e não secos, como exceção do ají.

Em geral, este molho não é colocado diretamente na carne. Ou seja, nos restaurantes argentinos ele chega à mesa em um potinho separado. Para que você possa se servir na quantidade que quiser.

 

chimichurri molho

Embora se use mais comumente como acompanhamento de carnes, certamente também ser usado como tempero para aves e peixes, em saladas e, por que não, para acompanhar um pãozinho ou torradas.

Dizem que sugerir a um estrangeiro de língua inglesa que peca chimichurri para acompanhar um prato de carne em um restaurante é uma pequena crueldade argentina! Isto porque a palavra é quase impronunciável para a maioria dos turistas que chegam ao país e não falam espanhol. 

O que é o chimichurri – de onde vem a palavra

Como tantas comidas e preparações de uso popular na Argentina, o chimichurri não têm uma origem comprovada, mas por outro lado tem várias versões possíveis!

Uma das mais populares diz que o molho estaria relacionado com a história de um imigrante irlandês chamado James McCurry, cujo nome, no diminutivo, Jimmy, teria sido adaptado ao castelhano para Yimi. Ou seja,junto com seu sobrenome, teria virado em Yimi Chirri (mais fácil de pronunciar na época pelos argentinos).

Assim sendo, quando este irlandês começou a tentar fazer uma versão local do molho Worcestershire, originário do seu país, com alguns ingredientes locais, este foi batizado chimichurri, em sua homenagem.

Por um lado, pode até fazer sentido, mas por outro alguns estudiosos defendem também que o a palavra tenha sido criada a partir de uma derivação de termos espanhóis ou indígenas. No País Basco, o  chimichurri viria do “Tximitxurri”, que significa “mistura”. É provável. De fato, existe um molho similar, mas que se prepara com alho, salsa, pimenta, tomilho e alecrim. Uma versão mais recente, gourmet, inclui vinho Malbec à mistura.

O que é o chimichurri – preparação

Chimichurri -bife-de-chorizo-a-la-chapa

Você pode fazer o seu chimichurri em casa. Há várias versões possíveis. Essa a seguir leva vinho tinto! Independende da receita, o segredo do chimichurri tradicional argentino é macerar as ervas num pilão, ou picá-las bem miudinho. Do mesmo modo, você pode pegar um atalho picando os ingredientes no processador de alimentos. Mas para a versão tradicional é picada à mão.

Ingredientes

  • ½ maço de salsa (cerca de ½ xícara) bem picada
  • 2 colheres de sopa de orégano fresco bem picado
  • 4 dentes de alho amassados
  • ½ xícara de cebolinha bem picada
  • 1 a 2 colheres de chá de ají moído (pode ser também de pimenta, sem as veias e sementes, e bem picada  ou 1 a 2 colheres de chá de pimenta calabresa em flocos) 
  • 2 colheres de sopa de vinagre de vinho tinto
  • 1 colher de sopa de suco fresco de limão
  • ½ xícara de azeite
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo

  1. Misture bem todos os ingredientes em uma vasilha de tamanho médio.
  2. O chimichurri pode ser feito com antecedência, mas deve ser mantido na geladeira e deve ser usado dentro de 24-48 horas.

Leia também

Onde comer carne em Buenos Aires

Melhores parrillas de Buenos Aires

Carnes argentinas: cortes e dicas

Se está planejando sua viagem a Buenos Aires te recomendamos BAIXAR NOSSO APLICATIVO com dicas, lista de restaurantes, hotéis e passeios, se inscrever em nosso CANAL DO YOUTUBE com vídeos e dicas semanais e nos SEGUIR NO INSTAGRAM para acompanhar nossos posts direto de Buenos Aires.

Tem alguma dúvida?

Mês da viagem

Nome

Email

Duvida

Deseja receber nossas ofertas?


By |2018-12-07T10:31:20+00:00novembro 11th, 2018|Categories: Blog, COMER + BEBER|Tags: , |Comentários desativados em Chimichurri: conheça esta famosa iguaria argentina

About the Author:

Gisele Teixeira
Jornalista, gaúcha de nascimento e do mundo por opção, vive em Buenos Aires há 10 anos. É editora do blog Aquí me Quedo, declarado de interesse cultural pela Legislatura Portenha em 2015. Das coisas que mais gosta na vida: dançar tango, escrever, fotografar e viajar. É casada com o Edu e tem dois gatos, a Tita e o Polaco.