Em 1857 Buenos Aires ainda estava crescendo de forma acelerada, levando, portanto, a inevitável expansão para outras partes da cidade, ainda praticamente desabitadas. Por isso, naquele ano, chegava a primeira estação ferroviária da região Oeste portenha. As terras ao redor pertenciam à rica família portenha Almagro, e após serem generosamente doadas à cidade, a região manteve o nome da família como o nome oficial do bairro.

Almagro, o tranquilo residencial bairro de Buenos Aires

Bairro Comercial

Consequentemente, a região foi se desenvolvendo, diversas famílias de imigrantes foram se acomodando, e o bairro foi tomando forma aos poucos. Em 1889 a região ganhou um forte aliado, com a construção do Mercado Del Abasto – atualmente reaberto como o centro comercial Shopping Abasto – no qual aumentou consideravelmente o movimento e circulação pela região.

Essa mesma região também cresceu paralelamente ao bairro vizinho Almagro, apropriando-se informalmente de Abasto como nome do bairro, mesmo que a região ainda não seja considerada um dos 48 bairros oficiais da cidade.

Aproveite e conheça os outros shoppings e centros comerciais de Buenos Aires

Bairro Residencial

Muito tempo se passou. A ferrovia foi desocupada, o mercado foi fechado. Mas ainda haveria muito história e tradição para acontecer na região. Almagro é hoje um dos bairros mais procurados pelo mercado imobiliário da cidade, devido a fácil acessibilidade de transporte e a sua estratégica localização, afinal, é próximo o suficiente do Microcentro, porém ainda mantendo a clássica e serene tranquilidade de um bairro familiar portenho.

Almagro e Abasto, além de serem bairros cortados por uma das mais importantes avenidas da cidade, a Av. Corrientes – famosa pela sua tradição comercial e cultural – estão também cercados por outros grandes bairros como Palermo, Balvanera e Villa Crespo, criando uma grande zona residencial e de abundante comércio.

Bairro Cultural

Atualmente a principal fonte de atração da tradicional região é a herança deixada pela época de ouro do tango, especialmente pelo famoso cantor Carlos Gardel, quem ali viveu e construiu sua renomada carreira. Através das ruas e cafeterias do bairro é fácil encontrar as marcas deixadas por ele, entre estátuas em sua homenagem, elegantes casas de tango com o seu nome, e inclusive a sua própria residência, hoje transformada no Museo Casa Carlos Gardel, onde resgata, conserva e exibe a obra e patrimônio do mítico cantor, recorrendo por salas de ensaios, escritório e outras curiosidades.

Bairro Verde

A região, assim como qualquer outra região portenha, possui seus tesouros escondidos: Grandes áreas verdes como o Parque Centenário e a Plaza Almagro, que reúnem diariamente centenas de residentes para caminhadas e outros exercícios físicos, ou apenas para relaxar e se distrair sentado na grama. No que diz respeito à gastronomia, a zona também se destaca, reunindo diversos restaurantes de culinária peruana, saltenha, pizzarias e os tradicionais portenhos. Além, é claro, de diversos bares espalhados por todo o bairro, sempre com muito vinho, cerveja e música boa.

Quer conhecer melhor sobre os outro incríveis parques de Buenos Aires? Contamos um pouco sobre os melhores parques neste post

Se está planejando sua viagem a Buenos Aires te recomendamos BAIXAR NOSSO APLICATIVO com dicas, lista de restaurantes, hotéis e passeios, se inscrever em nosso CANAL DO YOUTUBE com vídeos e dicas semanais e nos SEGUIR NO INSTAGRAM para acompanhar nossos posts direto de Buenos Aires.

Tem alguma dúvida?

Mês da viagem

Nome

Email

Duvida

Deseja receber nossas ofertas?