Microcentro de Buenos Aires

Oficialmente, Buenos Aires possui 48 bairros espalhados por toda a cidade. Porém, curiosamente, nenhum deles é o Centro, mais conhecido como Microcentro. Se trata de uma área de aproximadamente 60 quarteirões, informalmente delimitada por edifícios administrativos, governamentais, bancários, comerciais e históricos, indo desde a Avenida Córdoba até a Avenida de Mayo.

Por não existir uma delimitação exata, a área conhecida como Microcentro na verdade faz parte de outros dois bairros: San Nicolás e Montserrat. Além dos hotéis, são poucos os edifícios residenciais pela área. Contudo, em geral, a zona é bastante caracterizada por ser o centro financeiro do país, reunindo as matrizes de diversos bancos e a bolsa de valores, em seus altos e belíssimos edifícios.

Por ali, circulam caoticamente, assim como em todos os centros urbanos, cerca de quatro milhões de pessoas todos os dias durante o horário comercial, incluindo, é claro, turistas de todas as partes do mundo.

Microcentro de Buenos Aires

Microcentro: o centro turístico

Entre as centenas de maravilhosos edifícios que impressionam pela bela arquitetura europeia, encontram-se também vários pontos turísticos. Como exemplos, no ponto mais central, no cruzamento das linhas de metrô e a avenidas Corrientes e 9 de Julio, se encontra o Obelisco, o monumento histórico e um dos pontos turísticos mais emblemáticos da cidade.

Um pouco adiante, encontra-se a Plaza de Mayo, localizada no cruzamento das avenidas Hipolito Yrigoyen e Balcarce, e sendo considerada é a praça mais antiga da cidade e o cenário de vários acontecimentos políticos da história argentina. A praça é cercada por diversos edifícios históricos e governamentais e há anos se converteu em um palco de manifestações políticas e o lugar de reunião de mães que reivindicam o desaparecimento de seus filhos durante o processo militar.

Em frente a Plaza de Mayo, está também a famosa e emblemática Casa Rosada, sede da presidência da República Argentina e também monumento histórico nacional. Ainda ao redor da praça, há a imponente e belíssima Catedral Metropolitana, principal sede da igreja católica na Argentina, considerada uma das obras arquitetônicas mais importantes da época colonial.

Quer conhecer a Casa Rosada por dentro? Acesse este link para saber quando há visitas guiadas

Microcentro de Buenos Aires: centro cultural

Uma das avenidas mais importantes que corta o chamado Microcentro é Avenida Corrientes, que além de ser uma das maiores da cidade, é também conhecida como a “Rua que nunca dorme” devido à vida noturna e boêmia atribuída aos bares da época de ouro do tango. Além das grandes casas de tango, a área possui as mais tradicionais e antigas pizzarias da cidade, os mais notáveis teatros de Buenos Aires e um grandíssimo circuito de livrarias, tornando não só a área, mas como toda a Avenida, um dos pontos mais famosos da cultura portenha.  Seu longo trajeto começa em Puerto Madero, e atravessa por quase toda a cidade, em bairros residenciais e comerciais.

Quando for à Puerto Madero, não deixe de tirar várias fotos na famosa Puente de La Mujer. Mais informações neste post que criamos

Microcentro de Buenos Aires: centro comercial

O Microcentro consequentemente é como um imã para todos os turistas que passam pela cidade, principalmente por reunir grande parte do comércio, mas a área mais famosa para quem vem a cidade fazer algumas compras é definitivamente a Calle Florida.

Trata-se de uma rua destinada somente para pedestres e é conhecida como a rua comercial mais importante da cidade, sendo possível encontrar de quase tudo, desde roupas, calçados, eletrônicos, doces e vinhos. No cruzamento com a Avenida Córdoba o turista pode conhecer também a Galerias Pacífico, um lindo shopping que vale a pena incluir na sua programação.

No fim, inevitavelmente, é certeza que durante sua visita a cidade, você irá passar algumas vezes pelo Microcentro, seja por prazer ou por necessidade. É sempre de fácil acesso, com diversas linhas de metrô e ônibus circulando a área, e justamente pela facilidade e acessibilidade, muitos turistas escolhem se hospedarem no próprio Microcentro, afinal, existem diversos hotéis espalhados pelo Microcentro.

Todo aquele caos que se instaurou durante o horário comercial, eventualmente se acalma durante a noite, deixando a área com as ruas praticamente vazias e silenciosas, dando lugar aos locais da vida noturna que agora se iluminam e se movimentam.

Se está planejando sua viagem a Buenos Aires te recomendamos BAIXAR NOSSO APLICATIVO com dicas, lista de restaurantes, hotéis e passeios, se inscrever em nosso CANAL DO YOUTUBE com vídeos e dicas semanais e nos SEGUIR NO INSTAGRAM para acompanhar nossos posts direto de Buenos Aires.

Tem alguma dúvida?

Nome

Email

Mês da viagem

Duvida

Deseja receber nossas ofertas?

By |2018-04-10T20:31:45+00:00novembro 24th, 2015|Categories: ARTE + CULTURA, Blog, COMER + BEBER, COMPRAS + DINHEIRO, DORMIR + BAIRROS, ROTEIROS + DICAS|Comentários desativados em Microcentro de Buenos Aires

About the Author:

Haendel Dias
Haendel Dias. Mineiro, recém legalmente portenho. Obcecado e graduado em Cinema. Ansioso, insone, cruzeirense e cervejeiro. Comanda os vídeos da Aguiar e assina diversos posts do blog. Aos 15 anos sonhava em ter uma banda, hoje, em ter um bar e milhas vitalícias. É editor de vídeo, musicalmente difícil de agradar, compulsivo, aficionado em astronomia e psicologia. Lê e escreve religiosamente histórias de suspense e complexidades humanas.