Jardim Japonês: ode à natureza e à cultura nipônica

Buenos Aires é uma cidade cercada de verde, relaxantes oásis em meio à selva de pedra típica das grandes metrópoles. O Jardim Japonês de Buenos Aires é um desses locais, ideal para desfrutar da natureza e conhecer um pouco mais da milenar cultura do Japão.

Jardim Japonês: ode à natureza e à cultura nipônica

Inaugurado em maio de 1967, por ocasião da visita à capital portenha do então príncipe-herdeiro do Japão, hoje imperador Akihito, o Jardim Japonês de Buenos Aires é um local de extrema beleza e tranquilidade.

Japão em Palermo

O projeto é do paisagista Yasuo Inomata, que lançou mão dos típicos elementos dos jardins japoneses para recriar em Palermo um pedaço daquele país. A combinação de lagos, pontes, portões, caminhos, pedras, pontes e areia, além da grande variedade de plantas, forjam um ambiente calmo e de beleza indescritível.

Autofinanciamento

O Jardim Japonês de Buenos Aires abriga também um restaurante, uma casa de chá, um viveiro de plantas, uma sala de leitura, uma lojinha de artesanatos e lembrancinhas japonesas e até um espaço para eventos.

Administrado pela Fundación Cultural Argentino Japonesa, não recebe nenhum tipo de subvenção dos governos do Japão ou da Argentina. Mantêm-se com a receita gerada pelas atividades desenvolvidas no espaço e pelos ingressos vendidos aos visitantes.

Jardim japonês de Buenos Aires: restaurante

O restaurante do Jardim japonês, onde o sushi é preparado diante do público, funciona das 10h às 18h, de quarta a segunda. Volta a abrir, das 19h30 à 00h. Às sextas-feiras e nos finais de semana, é necessário fazer reservas. O local permanece fechado às terças-feiras. O e-mail de contato é restaurant@jardinjapones.org.ar.

Viveiro Kadan

No viveiro é possível comprar bonsais, azaléias, orquí­deas e até mesmo peixes koi (espécie de carpa), bem como alimento balanceado para dar às carpas do local. Funciona de segunda a domingo, das 10h às 18h.

Lojas

Jardim_Japonês_Lojinha_01

O visitante pode encontrar uma grande variedade de artesanatos e souvenirs referentes à cultura japonesa nas duas lojinhas do Jardim Japonês. Elas também funcionam das 10h às 18h, de segunda a domingo.

Casa de chá

Este espaço foi criado para a realização da tradicional cerimônia do chá. Seu interior, confeccionado artesanalmente, conta com elementos tradicionais importados diretamente do Japão, em alguns casos com mais de cem anos.

O visitante do Jardim Japonês de Buenos Aires pode participar da cerimônia, que é considerada uma síntese dos elementos fundamentais da cultura japonesa: o respeito pela natureza, a exaltação da humildade e o silêncio.

Sala de leitura Tokushima Ken

A história do Japão e a cultura japonesa podem ser melhor conhecidas na Sala de Leitura do Jardim Japonês, que conta com uma ampla bibliografia em espanhol e Inglês. O horário de atendimento é de segunda a domingo, das 10h às 18h.

Visitas guiadas

O Jardim Japonês de Buenos Aires oferece o serviço de visita guiada, fornecendo informações adicionais acerca da história e da cultura japonesas, enquanto fazem o percurso. As visitas acontecem aos sábados, domingos e feriados, às 11h e devem ser previamente agendadas. O email para contato é informes@jardinjapones.org.ar.

Valores

A entrada ao Jardim Japonês custa $120 para adultos em geral. Crianças até 12 anos não pagam, mas devem mostrar documento de identidade e estar acompanhadas de um adulto. Aposentados de 65 anos ou mais também têm entrada grátis, mediante apresentação de documento. O Jardim Japonês está aberto todos os dias, das 10h às 18h.

Quer saber conhecer mais? Conheça outros importantes pontos turísticos de Buenos Aires que você não pode perder!

Se está planejando sua viagem a Buenos Aires te recomendamos BAIXAR NOSSO APLICATIVO com dicas, lista de restaurantes, hotéis e passeios, se inscrever em nosso CANAL DO YOUTUBE com vídeos e dicas semanais e nos SEGUIR NO INSTAGRAM para acompanhar nossos posts direto de Buenos Aires.

Tem alguma dúvida?

Nome

Email

Mês da viagem

Duvida

Deseja receber nossas ofertas?

By | 2018-04-10T00:26:16+00:00 outubro 21st, 2015|Categories: Blog, COMER + BEBER, PASSEIOS + PONTOS TURÍSTICOS, ROTEIROS + DICAS|0 Comments

About the Author:

Adriana Albuquerque
Piauiense de nascimento, cearense de coração e casada com um portenho, Adriana adotou Buenos Aires há 7 anos. Ela é formada Comunicação Social, e mãe de uma adolescente e de um filho pequeno. Uniu-se à equipe da Aguiar para produzir posts para o blog e hoje é a nossa redatora mais ativa. Provavelmente você já leu e anotou uma dicas que ela passou. Apaixonada pelo Brasil, aprendeu a amar também Buenos Aires. Já não pode viver sem mate, o chimarrão local. Adora ler, comer e viajar.