Buenos Aires é uma cidade cercada de verde, relaxantes oásis em meio à selva de pedra típica das grandes metrópoles. O Jardim Japonês de Buenos Aires é um desses locais, ideal para desfrutar da natureza e conhecer um pouco mais da milenar cultura do Japão.

Jardim Japonês: história

jardim-japones

Inaugurado em maio de 1967, por ocasião da visita à capital portenha do então príncipe-herdeiro do Japão, hoje imperador Akihito, o Jardim Japonês de Buenos Aires é um local de extrema beleza e tranquilidade.

Japão em Palermo

jardim-japones

O projeto é do paisagista Yasuo Inomata, que lançou mão dos típicos elementos dos jardins japoneses para recriar em Palermo um pedaço daquele país. A combinação de lagos, pontes, portões, caminhos, pedras, pontes e areia, além da grande variedade de plantas, forjam um ambiente calmo e de beleza indescritível.

Autofinanciamento

O Jardim Japonês de Buenos Aires abriga também um restaurante, uma casa de chá, um viveiro de plantas, uma sala de leitura, uma lojinha de artesanatos e lembrancinhas japonesas e até um espaço para eventos.

Administrado pela Fundación Cultural Argentino Japonesa, não recebe nenhum tipo de subvenção dos governos do Japão ou da Argentina. Mantêm-se com a receita gerada pelas atividades desenvolvidas no espaço e pelos ingressos vendidos aos visitantes.

Jardim japonês de Buenos Aires: restaurante

O restaurante do Jardim japonês, onde o sushi é preparado diante do público, funciona das 10h às 18h, de quarta a segunda. Volta a abrir, das 19h30 à 00h. Às sextas-feiras e nos finais de semana, é necessário fazer reservas. O local permanece fechado às terças-feiras. O e-mail de contato é restaurant@jardinjapones.org.ar.

Viveiro Kadan

jardim-japones

No viveiro é possível comprar bonsais, azaléias, orquí­deas e até mesmo peixes koi (espécie de carpa), bem como alimento balanceado para dar às carpas do local. Funciona de segunda a domingo, das 10h às 18h.

Lojas

O visitante pode encontrar uma grande variedade de artesanatos e souvenirs referentes à cultura japonesa nas duas lojinhas do Jardim Japonês. Elas também funcionam das 10h às 18h, de segunda a domingo.

Casa de chá

Este espaço foi criado para a realização da tradicional cerimônia do chá. Seu interior, confeccionado artesanalmente, conta com elementos tradicionais importados diretamente do Japão, em alguns casos com mais de cem anos.

O visitante do Jardim Japonês de Buenos Aires pode participar da cerimônia, que é considerada uma síntese dos elementos fundamentais da cultura japonesa: o respeito pela natureza, a exaltação da humildade e o silêncio.

Sala de leitura Tokushima Ken

A história do Japão e a cultura japonesa podem ser melhor conhecidas na Sala de Leitura do Jardim Japonês, que conta com uma ampla bibliografia em espanhol e Inglês. O horário de atendimento é de segunda a domingo, das 10h às 18h.

Visitas guiadas

O Jardim Japonês de Buenos Aires oferece o serviço de visita guiada, fornecendo informações adicionais acerca da história e da cultura japonesas, enquanto fazem o percurso. As visitas acontecem aos sábados, domingos e feriados, às 11h e devem ser previamente agendadas. O e-mail para contato é informes@jardinjapones.org.ar.

Saiba mais sobre agenda do Jardim Japonês

Valores

A entrada ao Jardim Japonês custa $150 (valor atualizado em março de 2019) para adultos em geral. Crianças até 12 anos não pagam, mas devem mostrar documento de identidade e estar acompanhadas de um adulto. Aposentados de 65 anos ou mais também têm entrada grátis, mediante apresentação de documento. O Jardim Japonês está aberto todos os dias, das 10h às 18h.

Conheça outros importantes pontos turísticos de Buenos Aires que você não pode perder!

jardim-japones

Se está planejando sua viagem a Buenos Aires te recomendamos BAIXAR NOSSO APLICATIVO com dicas, lista de restaurantes, hotéis e passeios, se inscrever em nosso CANAL DO YOUTUBE com vídeos e dicas semanais e nos SEGUIR NO INSTAGRAM para acompanhar nossos posts direto de Buenos Aires.

Tem alguma dúvida?

Mês da viagem

Nome

Email

Duvida

Deseja receber nossas ofertas?