Antes de mais nada siga essas dicas:

  • O vinho tinto Malbec, o mate, o doce de leite, a empanada e o “asado” são considerados Patrimônio Cultural e Gastronômico Argentino.
  • É um costume local no dia 29 de cada mês comer “ñoquis” e colocar um bilhete em baixo do prato para atrair mais dinheiro.

  • A gorjeta é muito comum na Argentina, mas não é obrigatória e não tem valor fixo. Recomendamos calcular em média 10% (como no Brasil) quando o atendimento foi satisfatório.

  • O restaurante mais antigo em funcionamento da cidade é o “El Imparcial”, com mais de 150 anos.

  • A comida é servida acompanhada de pães.

Melhores Restaurantes

Muitos costumes foram trazidos por italianos, espanhóis e até franceses e refletem até hoje na arquitetura e culinária portenha. Com mais de 3000 restaurantes, o viajante fica sem saber o que e onde comer.

Quer algumas opções?

Confira nosso super completo Guia: onde comer em Buenos Aires

Título