BIENALSUR: arte contemporânea ao redor do mundo

Se você gosta de Arte Contemporânea e está em Buenos Aires, fique ligado: tem início nesta sexta-feira, 8 de setembro, a Bienal Internacional de Arte Contemporânea da América do Sul (BIENALSUR). A iniciativa é diferente de tudo o que você já ouviu falar e envolve mostras simultâneas em países da América do Sul, Europa, África, Ásia e Oceania.

 

 

BIENALSUR:

Arte contemporânea ao redor do mundo

 

Biernalsur_colagem

A abertura oficial da Bienalsur acontece simultaneamente em diversos pontos da cidade, às 18h30, com ações performáticas gratuitas em que se cruzam diferentes linguagens da arte, envolvendo artistas de diversas disciplinas.

Na Praça Intendente Torcuato de Alvear, na Recoleta, a abertura contará com as intervenções musicais de Gabo Ferro; La Charo; banda Tremor; Chancha Vía Circuito; e do realizador visual Javier Plano VJ.

Outros locais que serão palco simultâneo da abertura da Bienalsur serão a Praça Rubén Darío; a Faculdade de Direito da UBA; o Museu de Arquitetura e Design Julio Keselman; o Palais de Glace; o Centro Cultural Recoleta; e o Parque de la Memoria.

  

BIENALSUR é uma iniciativa de uma universidade

 

bienalsur-cartel

 É a primeira vez que parte de uma universidade a iniciativa de uma bienal desse porte. A partir de Buenos Aires, a Universidad Nacional Tres de Febrero (UNTREF) convocou curadores, artistas, museus, centros culturais e outras universidades ao redor do mundo para participar desse big evento, criando uma verdadeira rede mundial de arte.

 

 

BIENALSUR acontece em 16 países

 

Bienalsur_cartografia

Envolvendo a participação de 16 países, 32 cidades, 84 sedes e mais de 350 artistas e curadores, a BIENALSUR trabalha quatro grandes eixos: Curadorias próprias; Coleção de coleções; Artes nas fronteiras; e Ações no espaço público.

 

 

BIENALSUR em Buenos Aires

 

Bienalsur_Untref-bienalsur-2-1200x519

Com uma proposta revolucionária, a Bienalsur mostrará até o fim deste ano obras, instalações e diferentes experiências artísticas ao redor do mundo. Em Buenos Aires, são vários os espaços que receberão obras e/ou intervenções no contexto do evento, como o Malba, o Museo Nacional de Arte Decorativo, o Museo Nacional de Bellas Artes, a Casa del Bicentenario, o Centro Cultural Kirchner, o Parque de la Memoria, várias sedes do MUNTREF (Museu Nacional da Universidad Tres de Febrero), Fundación PROA, Usina del Arte, Museo Histórico Nacional, Centro Cultural da Memoria Haroldo Conti, Museo Benito Quinquela Martín, Teatro de la Ribera, Museo de Arte Hispanoamericano Isaac Fernández Blanco, bem como praças, aeroportos e fachadas de edifícios.

 

Palácio Pereda é sede da BIENALSUR

 

Biernalsur_Palacio_Pereda

O emblemático Palacio Pereda, residência oficial do embaixada do Brasil na Argentina, também será sede da Bienalsur, com a mostra Trazas simultáneas, com curadoria de Cristina Rossi e composta por obras de Cildo Meireles, Ernesto Neto, Guillermo Kuitca, José Bedia, Pablo Suárez, Rosângela Rennó, Vik Muniz e Voluspa Jarpa,  entre outros.

  

BIENALSUR no Brasil

 

Fundação Memorial da América Latina

No Brasil, a abertura da BIENALSUR aconteceu no dia 4 de setembro, no Memorial da América Latina, em São Paulo. Além de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Sorocaba também recebem o evento.

A programação completa da BIENALSUR pode ser vista na página oficial do evento: www.bienalsur.org.

 

Se está planejando sua viagem a Buenos Aires te recomendamos BAIXAR NOSSO APLICATIVO com dicas, lista de restaurantes, hotéis e passeios, se inscrever em nosso CANAL DO YOUTUBE com vídeos e dicas semanais e nos SEGUIR NO INSTAGRAM para acompanhar nossos posts direto de Buenos Aires.

 

Leia Mais:

Restaurantes em Buenos Aires: Meus favoritos

O que fazer no Centro Histórico de Buenos Aires

Visitas Guiadas em Buenos Aires: listamos as principais

By | 2017-09-08T08:00:45+00:00 setembro 8th, 2017|Categories: ARTE + CULTURA, Blog|Comentários desativados em BIENALSUR: arte contemporânea ao redor do mundo

About the Author:

Adriana Albuquerque
Piauiense de nascimento, cearense de coração e casada com um portenho, Adriana adotou Buenos Aires há 7 anos. Ela é formada Comunicação Social, e mãe de uma adolescente e de um filho pequeno. Uniu-se à equipe da Aguiar para produzir posts para o blog e hoje é a nossa redatora mais ativa. Provavelmente você já leu e anotou uma dicas que ela passou. Apaixonada pelo Brasil, aprendeu a amar também Buenos Aires. Já não pode viver sem mate, o chimarrão local. Adora ler, comer e viajar.